Ele me ouviu

Fiz uma oração tão bonita, mas tão bonita que Deus parou o que estava fazendo, chamou uma nuvem para perto de seus pés e sentou sobre ela para me ouvir.

Sabe Deus, as coisas não andam fáceis por aqui, o senhor tem acompanhado, tem sentido tudo muito perto. Às vezes acho que nem preciso orar, porque tudo o senhor vê, tudo sabe, às vezes não digo nenhuma palavra, olho para o céu e isso basta, sei que tens todos os poderes do universo, ler o que esta escrito em um olhar deve ser o mais bobo deles.

Quando olho em oração para esse azul imenso, muitas vezes não são meus olhos, mas os olhos de uma mãe desesperada pela dor de um filho, noutras olhos famintos de alimento, de casa, de saúde, de amor, de justiça, o mundo esta vazio de compaixão e compreensão, o que transborda, bem, o senhor já sabe… Olhos que não são os meus, mas que clamam em minha face, só para ficar bem claro: nem sempre aquelas lágrimas são minhas, mas sei com total certeza que essa informação é velha, sei que sabes de todas as coisas.

Essa é mais uma de minhas orações para outra pessoa, alguém muito especial, que talvez não saiba o quanto lhe falo sobre ela, só o Senhor sabe.

Não deixe faltar abraço que extermine saudade, que cesse pranto, que faça parar de doer, que em cada abraço seja emanado um tanto de amor capaz de atingir com sua energia pessoas em um raio de mil quilômetros, quem sabe assim um dia o amor não contamina toda a terra.

Que os anjos voltem sempre, e soprem, e brinquem, protegendo, olhando, que eles estejam vivos entre nós.

Que os olhos brilhem tal qual o azul do céu em um dia de verão, e que as mãos dos que tem fé tenham a mesma força que o sol realiza ao nascer. Que o coração vibre e se encante, e pareça dançar dentro do peito, e que ainda assim cheio de emoção, seja leve como a brisa do mar que absorve todos os males.

Que ninguém viaje desta vida sem ver o mar, sei que em sua morada a natureza deve ser inimaginável, mas por aqui ainda não encontrei nada igual, o mar em uma fração de segundos nos trás paz, força e beleza, quando não o tenho diante de meus pés, fecho os olhos e lá esta, e por ser tão imenso jamais deixa a alma de quem por ele se encanta, o mar é o Senhor que jamais deixa a alma daqueles que tem fé.

Que a estrada seja bonita, tão linda que lhe faça esquecer o cansaço do caminhar, e ainda quando não houver caminho que um querubim perdido ajude a achar.

Amigos que completem a família. Livros que lhe embeleze as palavras, o falar, o pensar, ah! Uma vida cheia de poesia.

Que sua passagem por aqui seja uma historia que importe e que faça a diferença na vida daqueles que o rodeia.

Pouso, vôo e encanto, que quando for terminar em qualquer canto, seja tão leve tal qual o respirar de um passarinho.

Que a tua face seja a luz que norteie o coração ainda que falho, ainda que imperfeito, e ainda que sem direito eu te peça que não o machuque, não o empedre, ainda que sem direito te peça para que esteja sempre feliz, em paz com seus sonhos.

Ele silenciou e desenhou uma estrela cadente que cortou todo o sistema solar.

Ele me ouviu.

D.L.S

balsa

Todo dom assombra

Quem não conhece aquele tipo de pessoa que parece não temer nada, cabeça sempre erguida, o corpo ocupando o espaço perfeito por onde passa, sem tropeços, sem meios termos, a visão sempre além, olhando para o futuro, encarando o que esta por vir, não existe indecisão, nem motivos para lamentar-se, não se surpreendem, tão pouco se distraem com o que quer que seja, ansiedades tolas definitivamente não fazem parte de seu cotidiano, afinal não existe tempo para tolices, apenas para a realidade. Quem não conhece alguém assim? Pois bem, sou o oposto disso.

Vagueio entre a realidade e a ilusão, tenho medo, muitos e de vários tamanhos, penso a cada passo e temo por todos eles, sou um poço de perguntas sem respostas, muitas delas não me servem de nada e incrivelmente conseguem atravancar-me o coração que permanece feito ancora em alguma questão que me esmorece o sentido de tudo, chego ao cumulo de perguntar-me o porquê de tantas perguntas, é essa a grande questão de tantos pensamentos.

Acredito no impossível, e os que me acompanham sabem o quão essa crença pode ser perigosa. Levanto-me com ele, dormimos juntos, sorrimos, e as vezes a realidade o desfaz em questão de segundos, prometo não o querer mais, não flertar, mas quando retorno para casa ele esta a minha espera, sorrateiro e languido encostado na porta principal, não tenho como fugir, e então me deixo seduzir, fascinar, deixo-o entrar novamente em minha vida, permitindo a bagunça conhecida que faz morada em minha alma, tento aconselhá-lo para que tome mais cuidado ao se desfazer, mas ele é indomável chega como uma brisa e vai embora como um furacão, e quando menos espero lá esta: batendo em minha janela como alguém que foi convidado, não o abandono pois sei que por mais bagunça e indecisão que ele possa trazer, sua existência a mim é essencial e quando acontece faz um bem tão grande a alma quanto a vida.

O impossível é um pensamento forte que decidiu existir, é fé, é alma, é sonho e sonhar é a resposta do que somos, realizar sonhos é confirmar o que temos de melhor, de mais brilhante e sincero em nós.

Sigo amedrontada, roendo unhas, tropeçando, tentando me encaixar nos espaço onde a maioria se sente tão bem, e que a mim transborda facilmente, não pertenço a nenhum padrão, o que tenho é feito de coração e este segue apesar de tudo voltado para o bem. Não quero poder de mando, não quero matéria, tenho total desinteresse por tudo o que não é verdade, toca-me a fé, o encanto, minha busca é a conquista do que deslumbra os olhos, o reconhecimento do belo, do divino que a mim o qual estampo em brancas folhas que tantas vezes me causam paúra.

Será que todo dom assombra?

Seja como for estes fantasmas certamente serão dissipados pelos bons ventos que ainda hão de soprar e desta vez a melodia será regida pelo bater de asas dos pássaros que voam na chuva.

D.S.L

Que nos sobre fé

Será mesmo tudo novo de novo?

Evidentemente que não. Sejamos realistas, a magia do ano novo, dos acontecimentos futuros ao menos por aqui ainda não se fez presente.

Aonde esta todo aquele lance vem ser lindo, vai ser lindo, será um ano melhor?

Não sei, mas ainda não aconteceu.

Tudo bem, afinal ainda não passamos do carnaval, e a tradição por aqui pelas terras tupiniquins continua a mesma, o ano só começa verdadeiramente após a maior festa popular do mundo, e cá para nós somos realmente bons nisso, nesse quesito nem mesmo a Alemanha nos ganha.

O ano começou daquele jeito, ou melhor, nos assustando ainda mais, o Brasil vive uma crise hídrica, na verdade varias regiões do pais sempre sofreram com a seca, mas o alarde deve-se a região Sudeste, uma hora isso iria acontecer, pois não se consegui conscientizar a massa, e então dói no bolso. A conta de luz aumentou, a gasolina que nada tem a ver com tal crise também, dizem por ai que iremos passar por uma recessão, dizem por ai que a presidenta eleita em outubro sofrera impeachment, descobriram que a Petrobras foi assombrosamente roubada pelos nossos queridos governantes, como se todas essas coisas assim como a crise da água tivesse começado ontem.

Esta difícil tomar banho, acender a luz requer reflexão, colocar o carro na estrada ficou mais caro, engolir a corrupção esta insuportável, a violência gratuita das ruas continua nos assolando, o salário encurtando com a alta da inflação, a cerveja demora a gelar nesse calor imensurável, mais um ano somos obrigados aqui e ali a ler noticias do big brother, até tentamos desviar, mas sempre esta lá e é difícil saber que alguns de nos perdem tempo assistindo todo aquele lixo, mas sejamos democráticos quem não quiser assistir desligue a televisão, mude de canal, quer um bom conselho sobre isso: leia um livro.

Tudo parece muito difícil e cansativo, aonde afinal esta a poesia do ano novo de dois mil e quinze? Para onde foi toda a fantasia da noite de réveillon? O que de bom aconteceu a sua vida? O que vale lembrar?

Pois bem! Se a resposta for nada, antes de pensar como anda o Brasil, o mundo, e todas essas confusas crises políticas, naturais, governamentais, se a resposta for nada, se você não foi capaz de sentir um pouco de poesia, felicidade, e gratidão, corra e reavalie a sua vida, algo esta muito errado, seus olhos estão turvos, seu coração fechado e você vaga sem sentido, afinal o milagre permanece, e mesmo confessando que o ano começou insosso, o bem, os acontecimentos bons, os momentos realmente relevantes, as melhoras de vida, a poesia só acontecera aqueles que tem fé.

Tudo esta muito difícil, e se tornara ainda mais impossível em corações vazios de compreensão, paz e amor.

D.S.L