Incidental

Queria chamar você para sair…

Sei lá…

Pode soar estranho, parece inconveniente, até um tanto brega, não sei se as pessoas fazem isso hoje em dia pois tudo esta tão rápido, direto, pratico, mas caso lhe convide, o que verdadeiramente tem pouquíssimas chances de acontecer, de inicio você precisa saber que sou brega e que não me envergonho nenhum pouco disso, e que além de brega sou uma boba irrecuperável em todos os sentidos mais profundos da palavra, e desajeitada com qualquer questão que precise de exatidão, rapidez ou praticidade. Mergulho em tudo, mesmo sem noção de como emergir, pois após naufragar já não tenho medo, mantenho-me respirando com a inconsequência do sonho.

As vezes pareço seria, mas consigo com muito sarcasmo rir do que de pior me acontece, sou bem normal e ate um pouco careta para um tanto de coisas… Caso de fato esse convite aconteça, você poderá tirar suas próprias conclusões e isso é incrível, pois nos conhecemos bastante através do outro, eu acredito nisso e queria saber o que seus olhos perceberiam de mim.

Queria chamar você para sair, tenho pensado bastante nisso, mas o que fazer com o temor das palavras sem som que formulam frases apenas em meu pensamento, o que fazer com a timidez, com o medo de te olhar demais, o que fazer com o rubor de te olhar mais de perto, tenho medo de me perder no teu cheiro, medo de te assustar com a minha simplicidade tosca… Um bar? Cinema? Teatro? Algum parque da cidade de tardezinha até o anoitecer, queria conversar um pouco, te ver mais de perto, te olhar por dentro, permitir que alguém novamente possa tocar algo que foi tão machucado em mim: a esperança.

Queria chamar você, queria um nome, um numero de telefone, um endereço de e-mail, as suas redes sociais, saber que você existe, que habita esse planeta, ou essa esfera de vida, queria saber se vive nesse século, na cidade onde moro, ou em qualquer outro canto do mundo, não sei se você existe ou a minha imaginação insiste em te inventar em qualquer olhar por ai para que assim eu adormeça menos solitária.

Queria o som do teu nome, você a meu lado em um fim de tarde de domingo de primavera ouvindo Maria Bethânia, encantada pelo por do sol, alimentando a alma de musica, poesia… Debruçada em uma varanda, bebendo qualquer coisa, falando sobre a semana, sobre a vida, o capitulo da novela, pontuando sobre o livro novo que você começou a ler, peço sua mão e nos dançamos, e nos olhamos tanto, e sorrimos em silencio, a graça da minha teimosia de cantar desafinada, gosto de imaginar que um dia você estará presente em um momento como esse, e ao segurar minha mão me presentear com a certeza de que existe fora de mim.

D.S.L

por do sol

 

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s