Ao bom velhinho!

Querido Papai Noel,

 

O senhor já deve saber que estamos em ano eleitoral, bem… Muito tumulto, muita polêmica, muita confusão, e pouco dialogo, o senhor acredita que tem candidato que não comparece a debates? Mas antes de mais nada, preciso explicar porque após tantos anos sem lhe escrever uma cartinha, voltei a acreditar novamente no senhor: por tudo que estou ouvindo nessas eleições, o senhor ficaria pasmo, porque tudo é tão improvável quanto a sua existência.

Prometo ser breve, mas vou lhe contar alguns casos: tínhamos um candidato  a presidência que está preso, e alguns tantos outros que também deveriam estar presos mas que foram eleitos. Contraditório, não é? Mas dizem por aqui que a lei é para todos… Seguimos.

União das Republicas Socialistas da América Latina, é uma tal de URSAL que até então não se tinha notícias, mas que veio a tona nessas famigeradas eleições, o senhor saberia me dizer do que se trata? Tem candidato que evocou “sinais”, o senhor saberia me explicar mais a fundo essa questão de “sinais”? Tem a candidata que não aparece nem de ano em ano igual ao senhor, só nas campanhas presidenciais, e este ano pasme ela conseguiu ser menos votada que o invocador da URSAL.

Papai Noel, dentre os candidatos há um que é um perigo a sua fofurice, um senhorzinho muito legal, o qual ofereço cargo para tornar-se meu vovô, não pretendo destituir o senhor de seu folclore, mas cuidado, todo mundo apela para ele quando a coisa aperta, igual estou fazendo esse ano ao lhe escrever essa cartinha.

Prometo ser breve em pedido, mas meu querido Papai Noel, fatos perigosos estão acontecendo; em pleno século XXI estamos fazendo uma mistura bombástica, a qual historicamente não deu certo: religião, militarismo, política, falta de diálogo, violência, armas, preconceitos, ocultação de reais intenções, machismo, autoritarismo, fala-se em autogolpe, fascismo, ditadura, enquanto pasme: há um candidato o qual a maioria acredita tratar-se de uma profecia divina, onde seu próprio nome invoca o salvador da pátria, quiçá do mundo – não ria Papai Noel – eu ouvi isso, é sério! Defendido cegamente, de maneira assustadora e assombrosa, sem argumentos, o qual será paladino da justiça, da moral e bons costumes. Querem elegê-lo para combater a corrupção, mas tínhamos outras opções, doze para ser exata, e o que me entristece meu bom velhinho, é que falta a essas pessoas que irão votar no tal “coiso”, assumirem seus próprios fantasmas: racismo, homofobia, machismo, violência, arrogância, autoritarismo, falta de empatia, humanidade, falta-lhes assumir que o outro pouco os importa, não sou gay, não sou negro, não dependo de programas sociais, como se o pais fosse igualitário, dando a todos as mesmas oportunidades, mas sabemos que o nosso “buraco” é bem mais em baixo. O que me entristece é esse discurso de ódio: insano, surdo e cego, o qual ecoara por muito tempo, pois muitas coisas foram ditas, e tais palavras não poderão ser apagadas, declarações fantasmagóricas saíram dos armários de todos nós, e esses fantasmas irão nos provocar muito medo por muito tempo.

Querido Papai Noel, não sei dizer se fui uma boa menina, mas meu pedido é breve: #elenao!

D.S.L

PAPAI NOEL

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s