Não é em Seu nome!

A guerra na Síria tomou assento no trono de discussões das redes sociais, nos últimos dias viu-se de tudo: crianças chorando, imóveis em ruínas, relatos de que pessoas estariam cometendo suicídio para fugir enfim de todo horror que assola suas vidas, textos e mais textos cobrando da mídia uma maior divulgação e relevância do que esta acontecendo. É tudo muito triste e cruel, a humanidade permanece num descaminho sem fim, ou melhor, muito próximo do fim.
Muitos acreditam que todo esse horror é apocalíptico; sim, as escrituras sagradas narram que nações viveriam em guerra, há trechos que descrevem as ruínas e a extinção da vida em Damasco, capital da Síria.
Há muito que dizer, a muito que pensar, são inúmeras interpretações de tudo o que esta ocorrendo não só na Síria, mas em todo o mundo, vivemos uma situação perigosa que ultrapassa as barreiras dos países em guerra, cada canto do mundo com seu quinhão tem sofrido as dores de parto proféticas.
O que não se pode decretar é que esta é a vontade de Deus, parto do principio de que cada um tem o direito soberano de crer no que bem entender, desde que não ofenda, machuque ou rebaixe o outro. Respeito, tolerância e empatia são primordiais para que se viva em sociedade, mas aceitar as peculiaridades alheias para a humanidade ainda é mais difícil do que pisar na lua.
A historia esta ai para nos mostrar os horrores que foram e que ainda são cometidos em nome de Deus; O imagino caminhando pelo mundo, descrente do que fizemos com suas criações, estamos destruindo o planeta, arruinando famílias, descrendo do amor, plantando desesperança e medo, sangrando crianças de varias formas, pregando preconceitos em seu nome, fundamentando nosso egoísmo e covardia, escondendo nossa crueldade através Daquele que nos pediu tão simples e humildemente para ama-lo e amar a todos como a si mesmo.
As varias publicações que li fundamentando o caos no mundo através do apocalipse tem passado uma mensagem onde Deus parece um ditador psicopata, cruel e injusto, colocamos sobre Ele a cruz que nós escolhemos carregar, pois nos foi dado o livre arbítrio e a historia poderia ser triunfal, Deus poderia estar orgulhoso de sua criação, mas acho que não, penso que não…
Nenhuma guerra pode ser vontade de Deus, ou em seu nome, nenhum mal pode ser justificado com suas palavras, nenhuma vida pode ser rebaixada, ceifada ou excluída pela fé, não façam isso, não mais.
A guerra é mantida pela ganância, pelo oportunismo, enquanto muitos choram e se compadecem os senhores empresários da industria de armas lucram. Uma escola é invadida por um jovem armado: lucro, pois pais amedrontados comprarão mais armas e darão elas a seus filhos, a criminalidade mais bem estruturada do que a policia: lucro. A obra do hospital inacabada, tal qual a falta de medicamento, medico, e demais recursos é lucro para algum político, para planos de saúde, tal qual o roubo e a morte é lucrativo para seguradoras.

Transformamos a vida em uma grande negociata: é bom para alguém, não importa o outro, não importa o professor ganhando pouco, a escola sem estrutura, a vida de muitos sem esperança, é lucrativo para alguém. Faço-lhes uma simples pergunta: O que aconteceria com a guerra, com a violência, se a indústria de armas extinguisse a fabricação de munições? O que aconteceria com o Brasil se não fôssemos vitimas de tanta corrupção, já imaginaram como seria viver em um pais onde toda arrecadação de impostos fosse transformada em melhorias?
Deus não é o culpado, pois Ele é bom todo o tempo, creio que a vida humana tenha sido sua maior criação, a qual tornou-se refém da ganância e da desumanidade. O imagino recebendo cada criança, cada pai de família morto em conflitos diversos pelo mundo, O imagino caminhando descrente na dádiva de nos ter concedido o livre arbítrio, o qual tornou-se nossa mais maléfica arma contra nós mesmos.
Creio no que esta escrito, pois de fato esta acontecendo, mas tenho certeza de que poderíamos ter feito tudo diferente se houvéssemos guardado algumas simples palavras ditas por esse Deus tão bonito e tão incompreendido, mal interpretado e desprezado: “Jesus lhe disse: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento. Este é o maior e o primeiro mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. Estes dois mandamentos contêm toda a lei e os profetas (Mateus, XII: 34-40)”

A guerra, o fim, o caos, não é o agir de Deus, não creio que Ele queira que recaia sobre nós tanto sofrimento, não diga que todas essas mazelas provem do poder do Senhor, pois nenhuma de suas obras é má ou vingativa, estivemos avisados durante todo o tempo, mas nada fizemos para evitar o que iria nos consumir: a falta de compaixão motivada pela ganância.

D.S.L

quemdeus

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s