Hoje pode ser o ultimo dia

Amanha ligo sem falta, semana que vem nos encontramos, nas próximas férias faço uma visita, no próximo feriado, daqui a quinze dias… Seguimos com essa espécie de procrastinação de vida, cientes de que não temos o controle sobre o minuto seguinte, fato que planejar é preciso, mas adiamos como se escrevêssemos o roteiro sozinhos unicamente com as próprias mãos. Não poderíamos jamais nos libertar de constatação tão solida ainda que triste: hoje pode ser o ultimo dia!

Pode ser o ultimo dia, aquele pode ter sido o ultimo abraço, o ultimo olhar, a ultima palavra, o ultimo beijo, noite, momento, sua ultima chance em um capitulo final determinado pela vida, seja pelo fim da viagem, ou pelas mudanças que ocorrem sem nos perguntar qual é nossa vontade ou opinião.

Não era pra ser, precisava ser assim, Deus planejou dessa maneira; destino, carma, resgate, somos treinados a pensar dessa forma, pois o indulto recai sobre a alma castigada como balsamo, mas antes, bem antes, analise suas parcelas de culpa, pois existe uma grande diferença entre resignação, resiliência e consequência.

Devemos carregar uma boa dose de medo, pois ele nos protege, nos faz mais cuidadosos, cautelosos e obviamente sábios.

Consciência limpa e alma tranquila fazem da dor um degrau para que possamos amadurecer, afinal ninguém precisa ser forte diante da felicidade.

Dizer adeus sabendo que cada instante foi aproveitado, cultivado e cuidado nos trás alento, um “quentinho” no coração em meio a tanta solidão, a qual como já dizia o poetinha é o fim de quem ama.

Não podemos controlar o tempo, esse senhor sábio, curativo, algoz de algumas situações, anjo consolador em tantas outras, o qual caminha tranquilamente entre nós enquanto nos esbarramos desconectados do que realmente importa: hoje pode ser o ultimo dia.

Hoje pode ser o ultimo dia, ou o primeiro a que você compreenda de fato o quão importante é essa consciência, pois assim o pensamento trabalha em harmonia a atitudes capazes de nos salvar do remorso diante da dor inevitável da perda.

Acredite nos clichês: valorize, cuide, acalente, abrace, beije, brigue menos, agradeça sempre, analise melhor, ganhe tempo pensando, faça uma oração antes de agir, respire fundo, evite machucar, ferir e, por favor, de importância ao que é primordial: a quem se ama.

Acredite: hoje pode ser o ultimo dia.

D.S.L

TEMPO

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s