Enquanto te espero…

Você esta pra chegar, tento não pensar, entreter os olhos para que permaneçam distantes do relógio a perseguir cada segundo.

Já não tenho defesa, mas tento ocultar o que meu coração deseja: estar a seu lado é a poesia do meu dia, que tantas vezes é cinza e frio, mas que se pinta de cor e calor com a tua chegada, ao te esperar o mundo já vai se desprendendo do caos, passando a ser um lugar mais bonito, onde nosso amor enfim é possível.

Respiro aliviada, agradeço a generosidade da vida e a cumplicidade do tempo, pois você de fato esta pra chegar já não é só sonho!

Enquanto te espero perfumo o quarto com meu cheiro que é tão seu, sobre a cama rabisquei em um pedaço de papel: faz amor comigo; Um pedido, uma suplica, um desejo, não importa, o convite esta feito…

Você aceita?

Enquanto você não chega uma musica na voz de Bethania roda pelo ar, o som grave de sua voz parece anunciar seus passos ainda no portão, transfiro meu pensamento até você, pedindo em silencio e olhos fechados para que não se demore, pois o meu corpo tem pressa do teu abraço.

Enquanto você não chega sonho com o momento de te enlaçar nos braços, e com isso meio que danço sozinha no espaço desse tempo tão cruel que desconhece o amor que sinto, desconhece minha necessidade de ver nascer no teu rosto esse sorriso tão vasto, tão meu, tão nosso, que me tem encantado tal qual passagem de estrela cadente no céu.

Quando você chegar confessarei ao teu ouvido a saudade que senti em tantas horas longe de ti, ao teu ouvido direi ainda que pareça fraqueza: eu preciso de você, e já não temo esse picadeiro sem rede, confessarei ainda ao pé do teu ouvido o quanto sou tua, o quanto entregue estou, o quanto febril me deixas quando preenche esses anos todos de silencio com o som da tua voz dizendo que por mim tem amor (amor maior).

Penso na tua lida, nas tuas feridas, nos desgostos tantos que te fizeram passar e às vezes cometer.

No teu silencio a me observar ouço teu pensamento dizendo: é amor, sempre foi, o tempo apenas adiou o que ao coração já era sabido. Penso nas tuas lagrimas, na tua passionalidade tão digna de um personagem de Machado de Assis, fascina-me o teu sangue nas veias, o teu modo de verdade, o teu pedido de socorro todas as vezes que o caos esmorece suas estruturas, e assim a exaustão te entrega ao meu ombro, é quando admiro teu sorriso ao me ouvir sussurrar: esse é o teu lugar no mundo! Você se aperta, se ajeita, e enfim somos nós, distantes, ausentes, latentes, cúmplices, amantes.

Enquanto te espero uma taça de vinho me serve, amenizo minha sede, encontro uma melodia que me transporta para a dimensão não exata de todos os sentimentos que se misturam dentro de mim; caminho pela casa, cada detalhe somos nós: o chão da cozinha que testemunhou a pressa do desejo, as paredes brancas ainda vazias a espera dos sonhos que iremos desenhar, a tua toalha no banheiro, teu cheiro… Encaro o espelho lembrando de meus olhos que sempre te sonharam e que agora refletem os teus, deleitando-se na luz do teu sorriso, revelando em tua voz o amor que sempre sonhei: o nosso amor.

Você chegou!

D.S.L

3ae339aaa01c761a61e2d1e63a899ba9

*imagem da internet

 

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s