Raras e simples serão as flores do nosso jardim

Olho para o céu muitas vezes ao dia, estico o pescoço como quem espera por um beijo, permito que o sol contraia meus olhos, instantaneamente essa luz me arrebata um sorriso; minha alma se aquece; nesses instantes agradeço em silencio, penso no que será, no que me faz sorrir, no amor e nesse sentimento do bem que ampara meu coração; penso nos sonhos, em todos eles, na vida, em você (sempre foi você), em oração reflito tudo o que precisa passar para que estes sonhos invadam a realidade, vencendo essa guerra que tantas vezes nos quer tirar a fé.

Sinto muito, lamento, entristeço meu coração ao constatar que são raras as pessoas agraciadas pela vida com sentimentos grandiosos de amor e esperança; raras são as pessoas movidas pela sensibilidade de um momento, o instante do riso, a captura tão frágil de um olhar, o abraço envolto pelo tempo, o amor que não se desfez, o laço invisível e forte que mudaria tudo quantas vezes fosse preciso para enfim realizar o que a vida espera de nós, pois é isso que sempre senti: amar é o ponto fundamental, todo o resto sempre será secundário, todo o resto são “coisas” materiais, passageiras, fúteis, apenas “coisas”.

Sinto muito, lamento, entristeço meu coração diante de quem só é feliz com dinheiro, roupas, status, fama, sucesso. Sinto muito por você que odeia todo mundo, que de forma ilusória e doentia não sabe dar paz, fazer sorrir, que reclama de tudo, que não sabe agradecer, que joga, dissimula, e insistentemente atrapalha a felicidade do outro, sinto muito por você que não aprendeu a dividir, e que cada vez mais amontoara coisas e mais coisas, sem nunca ter absolutamente nada. Sinto muito por você que é superior a toda essa humanidade.

Raras são as pessoas capazes de mudar, olhar para dentro e dizer, ou melhor, querer ser melhor, tomando para si atitudes que talvez não mudem o mundo, mas sim suas vidas, e daqueles que lhes rodeiam, clichê? Sim, bons clichês sempre valem a pena se repetir. Raras são as pessoas que tomarão como escudo contra a maldade do mundo: Deus, família, amigos, o amor; raros serão os que abaixam armas, destituindo-se da violência, do querer mal, do fazer chorar; raras, muito raras são as pessoas que se entregarão, que alcançarão os céus sem paraquedas, que estarão no mar sem bote, que enfrentarão a vida sem medo, tomando para si uma coragem que encontram e que não tem explicação; são raras, muito raras as pessoas que verdadeiramente farão do amor o pilar de sua historia.

Sinto muito, lamento, entristeço meu coração, por aqueles que não sabem olhar para o outro, são deserto: seco, sertão, onde nem mesmo a beleza e graça da chuva são capazes de fazer verdejar; sertão de sangue e suor alheio, enquanto o deboche movido pela loucura se deleita na lama; sinto muito por você que não tem compaixão, humanidade, respeito e mansidão, lamento sua falta de paz, entristeço meu coração por você, por seu ego, por esse papel triste e essa mascara infeliz que ostenta insanamente.

Raras, muito raras são as pessoas que chegarão perto de sentir esse amor que me transborda vida e poesia, o qual lutou contra o tempo, o silencio, a saudade, e a vontade de tantos dias que me diziam não. Raras, muito raras são as pessoas que sentirão tão fortemente a presença de Deus através de sentimentos tão puros, belos e cheios de luz, a luz da vida, a luz de todas as manhas em que floresço a teu lado.

Raras, muito raras e simples serão as flores que plantarei em nosso jardim, as quais cultivarei diariamente com a mesma beleza que meus olhos enxergam todos os dias infinitos que ainda viverei a teu lado.

Raro é o meu amor, o qual de agora em diante sempre será nosso!

D.S.L

jardim

 

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s