A vida merece uma prece

A vida merece uma prece

Todos os anos somos convidados para uma festa que deveria unir toda a família humana em prol daquele que em terra fora a pessoa mais importante que já caminhou pelo mundo. O filosofo mais sábio, o medico mais atencioso, o único capaz de curar de maneira inexplicável o que a medicina dos homens não alcança. O professor mais paciente, o poeta mais inspirador, aquele que ao nascer trouxe aos céus o brilho intenso de uma estrela que ate hoje ilumina os que a querem contemplar. A rosa no meio do deserto, o enviado, o mensageiro, o verbo que se fez carne e habitou entre nós, o Messias, mundialmente conhecido por diversos nomes. A mim e ao poeta (Fernando Pessoa)*, o menino Jesus que vive na minha aldeia e brinca com meus sonhos quando perde o sono.

Quase toda a humanidade comparece a essa festa de aniversario a milênios, mas raramente sequer o nome do aniversariante é citado, raras vezes temos no coração os ensinamentos que Ele nos deixou… Aquela velha historia de amar ao próximo como a ti mesmo, sem hipocrisia: caso não possa amar: respeite, distancie, deixe em paz. Aquele velho papo de repartir, de não se enveredar pelos caminhos da ganância, soberba, ostentação, desapegar-se, cultivar bons sentimentos, semear boas ações e palavras.

Ele tinha apenas trinta e três anos quando foi assassinado, não suportamos alguém tão poderoso ser ao mesmo tempo humilde, justo, compreensivo, não assimilamos a ideia de um rei que recusava ouro, dinheiro, que ao invés de ordenar: pedia, dizia não a condenação e sim ao perdão, não entendemos um rei que deixaria como herança apenas a promessa de um céu possível para todos, de uma vida eterna e um mundo infinitamente melhor.

Não o entendemos ate hoje.

Não há missão, tradição ou cultura que explique a dor e o sofrimento dessas crianças marcadas como refugiadas em toda parte do mundo, algumas delas não são mais capazes de chorar, pois o pesadelo lhes consumiu todo o sonho e fragilidade da infância.

Assistimos paralisados a tanto horror, procurando uma distração para que a consciência fique tranquila diante do que a qualquer instante poderá nos atingir; é nosso dever fazer algo, Deus esta esperando uma atitude de amor, compaixão e humanidade de todos nós.

Quando uma criança síria, brasileira, africana ou de qualquer outro lugar do globo terrestre sofre por negligencia, guerra, maus tratos, abuso, o menino Jesus morre em sua manjedoura; quando uma mulher é espancada, violentada, abusada é na face de Cristo que a dor é sentida, quando a violência é praticada em nome da intolerância religiosa, sexual, política, racial, de gênero, matando um ser vivo é o Cristo a quem estamos apedrejando, xingando, chicoteando a alma.

Enquanto virarmos as costas para o outro não seremos merecedores de contemplar a face de Deus, não devemos sequer clamar seu nome, pois sem amor permanecemos indignos de misericórdia.

Peço a todos que façam uma prece para que a estrela de Davi brilhe como nunca antes em todo ser vivo, para que sejamos guiados a um novo caminho, pois este esta errado, precisamos ser invadidos por um desejo de cura da alma, para que possamos repartir, perdoar, tolerar, amar, e quem sabe assim essas tantas almas violentas e inquietadas pelo mal, sejam capazes de enxergar o outro, inclinando-se a sentir o verdadeiro amor cristão, o qual poderá salvar toda a humanidade.

A vida merece uma prece.

Imagine se todo o mundo parar por uma prece por alguns instantes. Imagine todos juntos em oração por um mundo mais cheio de luz, independente de crença; peça pelo bem; e acredite nessa esperança possível, pois o universo não ficara imune a essa energia que suplica amor e paz.

A vida merece uma prece, faça a sua.

D.S.L

tres-reis-magos

 

 

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s