Quando se deixa esquecer…

Em mundo cheio de tecnologia, maquinas, e tudo o que muda em uma fração de segundos devido a esse tufão de informações que nos embaraçam os olhos, e que na maioria das vezes não nos serve para nada; sento no quintal, boa musica tocam mais que meus ouvidos, perplexidade diante do canto de um pássaro novo, talvez nem ele saiba o quanto canta, e assim a poesia e a paz tiram de mim tudo o que preciso esquecer.

Esqueço o corpo cansado e ansioso, perco-me no branco do céu, as cores ao redor estão vivas, tatuam a pele, posso senti-las: felicidade, plenitude e a alma organizada por palavras que não tem pressa.

O ar não pesa, a roupa não aperta, a cabeça não dói, e meus olhos voltam a ser os mesmos de quando escrevi minhas primeiras linhas, voltei a ter sentimentos que foram se perdendo pelo tempo.

Rodeada por pessoas desaceleradas em suas peculiaridades, cada uma com uma bagagem, cada qual com a mala pronta, prestes a ir de encontro a algum sonho, o qual pode estar na esquina, ou do outro lado do oceano, não importa, sonhar é precioso demais para buscar explicações, pois uma constatação é comum a todos: a vida é parceira, como o universo inteiro que por vezes, ainda que por alguns instantes é só amor.

O poeta entoa: não me deixe esquecer: a gente não precisa de nada* , um mantra, e ao cantá-lo sonoramente, de olhos fechado, ele faz mais sentido do que precisa. Vaidades libertam o coração das sombras, deixo pra depois, bem pra lá das frustrações o que ainda não deu certo hoje.

Certeza de que a esperança é verde, é ela que roça minha pele enquanto observo as estrelas deitada na grama, o mar dentro de mim é a vista que faz repousar a alma em um lugar ainda sem nome, que não fora descoberto por nenhuma palavra, mas que soa bonito mesmo sem pronuncia, não é verbo, nem adjetivo, mas compreende amor, agradecimento, e paz.

Um dia hei de largar tudo o que não sou.

Quem sabe comprar um barco e agradecer ao mestre em cada porto o conselho que me fora dado quando o indaguei sobre o que fazer diante de tantos sonhos: navegue, respondeu Ele com a voz noturna, embalando-me para que voltasse a sonhar.

A gente não precisa de nada, é o mesmo que pedir um abraço, olhar as estrelas, encontrar o sorriso desavisado de uma criança, andar na chuva escondendo a sombrinha dentro da bolsa. Não me deixe esquecer: a gente não precisa de nada é o mesmo que suplicar para dar voz ao coração, decretar felicidade a quem deixou o sorriso morrer quando se perdeu nesse mundo de coisas desnecessárias, a gente não precisa de nada é o grito que ecoa nessa alma de menina.

Um quintal, flores, arvores, e tardes sempre eternas de primavera, esse é o meu destino, afinal a gente não precisa de nada, pois a poesia só é possível quando se deixa esquecer.

D.S.L

*referencia a musica Mantra, do pássaro(compositor) Rubel

rafael-aguiar*foto: Rafael Aguiar

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s