Deixei você ir porque te amo parece absurdo…

Qualquer termino de relacionamento é conflituoso, às vezes o teto desaba de vez, e uma chuva de magoas, palavras cruéis e desentendimentos recaem sobre pensamentos perdidos e desencontrados, tal qual o novo caminho dos recentes ex-amantes.

Às vezes o silencio que toma acento na vida de ambos, faz chorar, respirar fundo e a passos lentos caminhar pela vida, tentando preencher as lacunas que foram deixadas. Fragmentos de uma historia que sobrevive em porta retratos, cartas, musicas, um dia esbarramos em uma lembrança aqui, acolá, e mesmo tampando os ouvidos para não escutar,  o coração pergunta gritando: como se ainda existe amor?

É bacana poder te encontrar livre de ressentimentos, pois isso prova o quanto nos fizemos bem, conseguir dividir o mesmo espaço sem qualquer mal estar, poder trocar uma mensagem para saber como esta a vida, revisitar seu sorriso, saber o quanto amadurecemos, o quanto nossa historia pra sempre será bonita, dizem que o amor quando verdadeiro não morre, se transforma, volta a ser amor de outras formas, e é isso que a vida esta nos permitindo: transformar o fim em algo ainda mais bonito.

Aceitar o sentimento livre de uma aliança é raro, desvencilhar-se das amarras sufocantes de posse, compromissos desagradáveis, a irritabilidade do cotidiano, as horas de solidão impossíveis, as expectativas sobre o outro, que não podem se quer serem pensadas, afinal não seriam entendidas, não naquele momento.

Amar é tudo, mas não é fácil, e quanta gente se perde, se desencontra, se abandona a dois.

Conhecer o amor de maneira ainda mais pura, distante de tudo que se acumula nas palavras não ditas.

Amar ainda que estar junto já não seja mais possível. Amar mais, querer melhor, posso jurar que hoje te amo mais do que quando éramos apenas um casal, pois por diversas vezes fomos só isso: um casal para todos, menos para nos, e talvez tenha sido exatamente nesse momento que a vida nos alertou para que o teto não desabasse sobre nossas cabeças.

Deixei você ir porque te amo parece absurdo, mas na verdade é a forma mais sabia e linda de proteger tudo o que escrevemos. Deixar o outro ir quando não restar nem mais uma gota de amor é matar sua nascente, pois assim como um rio precisa estar cheio para ser navegado, o amor precisa estar vivo para continuar brilhando feito estrela no céu, decretar o fim quando já não há esperança, quando nada mais restar, é matar o que ainda poderia florescer.

Um reencontro pode ser marcado pelo tempo, sabe-se que a liberdade é perigosa, traiçoeira e surpreendente, mas é ela quem protege as sementes, acreditando que todo amor, independente do tempo pode renascer em uma primavera.

D.S.L

 

brilho*

  • cena fantástica do filme Brilho eterno de uma mente sem lembranças.
    Direção: Michel Gondry

 

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Uma consideração sobre “Deixei você ir porque te amo parece absurdo…”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s