Coisa de gente a toa

Gente demais discutindo política, criticando comportamentos, gelando o coração, disseminando o ódio em nome de alguma religião que os aprisiona, tem gente que busca prisões porque ser livre é perigoso e solitário, a maioria prefere ter um padrão, uma espécie de uniforme que vista a alma, a mim essa padronização é o mesmo que se debater dentro de uma camisa de força, escolhi caminhar com minha própria fé, ideias debaixo de braço e olhos cheios de sonhos, livre… Construindo uma historia, e ainda que não seja um best-seller, será feliz e cheia de paz.

Prefiro falar de flores, primavera e poesia, ainda que o mundo esteja entrando em colapso, pois essa é a minha maneira de enganar as tristezas, tirando dos olhos as imagens inacreditáveis e cada vez mais lastimáveis que a humanidade têm reproduzido.

Guerra, ganância, dor, violência, corrupção, poder, intolerância, estamos todos doentes, mas não me dobro, ainda que triste, e talvez mais triste do que a maioria, prefiro falar de flores, mesmo ouvindo que a poesia não serve pra nada.

Prefiro imaginar uma historia fantástica sobre a menina que brinca e canta na calçada, alheia ao mundo ruidoso e cheio de fumaça, observa-la é bem melhor do que pensar em números, crise financeira, e esse amontoado de informações que alegram milionários, que ficam cada vez mais milionários e miseráveis de alma. Prefiro ouvir musica a futilidades, livros a timeline lamuriosas e egoístas de barrigas sempre cheias e olhos invejosos.

Prefiro falar bem da vida! Sonhar que a poesia alimenta a fome, ampara o órfão, liberta o oprimido e converte o opressor. Ah! se a poesia curasse doenças; ou levasse flores a moça que caminha sozinha dentro de seu apartamento sempre silencioso e frio, ocuparia todo meu tempo com ela, ainda que esse seja de fato meu sonho, o ócio objetivado em nome de todas essas façanhas que efetivamente transformariam o mundo, ainda assim mesmo sem alimentar a carne ilumina o espírito, não embala o órfão mas acalenta sua alma, trás sonho e encoraja o oprimido, podendo quem sabe tocar o opressor, não cura doenças, mas é um poderoso analgésico composto pela esperança.

Há quem diga que palavras não servem pra nada, que a poesia é coisa de gente tola, a toa, lunática, a quem tenha desistido de ver beleza, encanto, cores, e ter esperança, mas ainda que em meio a todo tipo de desconfiança, pitadas de tristeza, e frustração, ainda prefiro falar da bem vida e desenha-la de maneira que ainda encante.

Se procurar direitinho a felicidade existe, o encanto navega devagarzinho, luminoso por essas brisas de primavera, e por tudo isso vale lutar e rabiscar poesia.

D.S.L

a-toa*

*STUM

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s