Uma velha de trinta e poucos anos…

Não se pode mais calar, isolar-se às vezes, estar sozinho, afinal de contas para que serve estar sozinho?

Autoconhecimento, ou reconhecer-se em alguma coisa que não envolva o mundo inteiro esta completamente fora de cogitação.

Sempre tive uma queda muito estranha pela solidão, pelo silencio, pela falta de palavras, não essas rabiscadas, a palavra em si, falada, rasgada, gritada, não me recordo de ter gritado, mesmo quando o pensamento preso, confuso e irracional parecia querer explodir minha cabeça, não sei gritar, e confesso: falar ainda é muito difícil.

Ultimamente são poucas as pessoas que guardam alguma coisa, no sentido total da palavra, não sabemos mais caminhar pelo simples fato de estar indo a algum lugar, apreciando o dia, em compasso com os próprios pensamentos, ouvindo musica, vendo o mundo parar enquanto você simplesmente caminha, pois tudo o que é palpável para, fica pra trás enquanto você passa.

Decidimos eternizar toda a vida em fotos, em fatos, em vídeos, em posts, curtidas, comentários, como é chato ser publico, como é chato precisar ser publico, ter um publico e saber que esse publico como diria o meu bom amigo Cazuza: os fãs de hoje são os linchadores de amanha, sim, esse mesmo publico dos pequenos mundinhos que criamos nos devorarão no primeiro tropeço, na primeira palavra mal escrita, naquela foto que quase ninguém curtiu porque você exibiu algumas celulites, espinhas, ou ficou estranho, o ângulo não foi legal.

“O segredo é a alma do negocio”, eis uma frase pouco praticada ultimamente.

O que estamos fazendo com nossa memória? Será que essa multiplicação de imagens é mesmo tão necessária, nem mesmo o tão comum pão com manteiga escapa, outro dia vi um cachorro latindo ferozmente para seu dono quando ele mirou o flash para seu focinho, os bebes nem abriram os olhos, mas já reconhecem o bip de um celular apostos para fotografá-los, é selfie pós sexo, pós termino, selfie pedido de casamento, selfie de velório, na praia, no bar, na noite, nunca sozinho, nunca para si mesmo, já pensou em quantos minutos você perde de uma boa conversa enquanto fotografa?

O que acontece depois do sorriso forçado para a foto? Quem é você atrás do biquinho, da careta, da língua de fora, quem é você depois da roupa nova ainda na cabine da loja, quem é você para esse publico todo que curti, mas não acrescenta, não alimenta, nem encanta.

Sou uma velha de trinta e poucos anos que aprendeu a guardar um amontoado de coisas boas em silencio, sem ninguém saber, e acreditem apaixonada por um bom clique, recordo que antigamente as pessoas guardavam álbuns de fotografias em casa, os quais eram exibidos para as visitas amigas, aquelas intimas que teciam comentários sinceros submersos em uma energia que emanava bondade e bem querer, em outra época onde as pessoas estavam interessadas em uma boa companhia e nada mais.

D.S.L

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s