Antes, muito antes, mesmo sem sentido.

Foi naquele inicio de noite a alguns tantos anos atrás que a encontrei pela primeira vez, sua chegada foi fulminante, meteórica, algo que não pude evitar, pois a magia se fez presente naquele momento onde desenhei a lua ouvindo a melodia do coração tocada por Deus…  Antes, muito antes soube que não seria preciso me fazer entender, apenas sentir.

Encontrei-a novamente nos olhos de minha mãe, depois nas mãos envelhecidas pelo tempo de minha avó as quais contam sua historia através dos anos, logo em seguida do alto das costas de meu pai reconheci no horizonte o despertar de um sonho que carregarei por toda minha vida, antes, muito antes, soube que não precisaria fazer sentido.

Quantas e quantas vezes ela se fez presente em um por do sol, tantas outras anulava todos os meus sentidos me fazendo tropicar em meus próprios passos pelas ruas perdida nos mistérios tão claros de uma lua plena e soberana no céu, as estrelas que tantas vezes bailaram por minha cabeça, cantando, brincando comigo, falando ao meu ouvido que um querubim meio tonto, daqueles perdidos de amor, louco, estava na verdade passeando a meu lado, antes, muitos antes, comunguei em não fazer sentido.

Perco-me em praças observando as crianças brincarem com baldes de areia, sorrio para qualquer bicho que a carrega nos olhos, encontro-a na mão estendida, na vontade de vida, no ultimo desejo, e desde sempre é meu vicio, meu sentido, minha vida, desde muito antes mesmo sem fazer sentido.

Busco-a através da janela em movimento, na musica que toca inesperadamente o que preciso ouvir, ela é a vida, mesmo sem sentido, antes, muito antes, nas orquídeas, nos pássaros, no vôo tão rente a terra de meus pensamentos que vão alem do vento emaranhados de sonhos, ela esta no circo, no riso do palhaço, na virtude da verdade, na saudade do poeta, antes, muitos antes, mesmo sem sentido.

Esta nos olhos, nas mãos, no abraço, no beijo desesperado que suplica: fica, fica pra sempre, mesmo sem sentido; faz morada nas mãos que acariciam a terra, no riso inocente e despretensioso de um bebe que não conta a ninguém qual sentido do seu riso, antes, muito antes, mesmo sem sentido.

Na angustia, na solidão, na dor, no aceno em uma espécie de casamento o qual ninguém deseja ser a noiva, esta nas paredes de uma prisão, na passagem do tempo, na amplidão da musica, no perfume de quem partiu, na fé, na oração, no manto de Nossa Senhora Aparecida, na chama da vela que guarda o segredo da gratidão, tudo isso antes, muito antes, sem fazer sentido, vira poesia, vive palavra, torna-se verso, rima, prosa, conto, romance, novela, filme, antes, muito antes, mesmo sem sentido, o que cresce; o que transborda num suspiro, o que naufraga nos olhos é poesia, antes, muito antes, mesmo sentido, e ainda assim há quem não enxergue.

D.S.L

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s