Ficou feio

Vai ter copa. Não vai ter copa. A copa esta acontecendo.

Em meio a gols, vibrações, obras inacabadas, caos, atrasos, despreparo, verde e amarelo, samba, cerveja e futebol. O Brasil será campeão? Ninguém sabe; o que todos nos sabíamos desde o principio é que haveria muitos protestos.

Metroviários, professores, aeroviários, greves, assaltos, violência, faço parte dos que concordam que o momento não era adequado para uma festa com essa proporção, não deveria ser prioridade realizar a copa, mas foi, não há mais nada o que ser feito,alcançamos o nível Maximo de desrespeito a um povo sem saúde, perspectivas e cheio de uma fome que vai alem do ronco no estomago.

O povo esta nas ruas, poucos para enfeitá-las, alguns para depredá-las, enfrentar a policia, chamar atenção do mundo através da imprensa que cobre o evento para dizer: olha nosso país esta doente, e investimos o dinheiro em futebol, acho justo e providencial, afinal se gritarmos enquanto ninguém esta olhando, vamos vociferar ao nada, o eco esta nas ruas.

Acredito no Brasil como uma grande nação, berço de uma cultura linda, diversificada, repleta de cor e luz, sonho em conhecer o mundo, mas jamais pensei em deixar essa terra, o melhor do Brasil ainda é essa gente bonita, esqueçam um pouco do congresso, da política, voltem os olhos ao que encanta, a musica é linda, a culinária espetacular de dar em inveja a renomados chefes de cozinha, apaguem de suas mentes a violência, olhem para esse povo que se doa com facilidade num acolhimento único, mesmo nos faltando tantas coisas nós generosamente gritamos ao universo: venham aqui cabe todo o mundo, mas por favor, cheguem com respeito.

Somos salvos pela fé e pela compaixão. O Brasil tem tudo para dar errado, mas ainda conseguimos acertar em algumas coisas.

Não gosto de falar sobre política, deixo para os especialistas com direito de causa, dedicados a arte de governar, no Brasil melhor dizer lambança de governar.

Sim senhores, estamos a beira de um colapso, mas teremos uma chance nas próximas eleições, ainda não tenho candidato, acredito que antes de apostar novas fichas o Brasil deveria passar por uma reforma política, a maquina esta quebrada, precisa ser reprogramada para trabalhar a favor do povo, mas não haverá tempo para tal reforma, e na minha opinião um pais só será justo quando todos tiverem direito igualitário de escolha.

Essa foi a primeira copa sem o discurso de seu chefe de estado na abertura, a atual presidenta como gosta de ser chamada optou por não encarar as vaias que lhe foram orquestrada na ultima copa das confederações também no Brasil, mas seu silencio foi pior do que seus discursos desconexos, alem de vaiada o coro utilizado foi tenebroso, mandaram a presidenta tomar no c* em alto e bom som.

O que penso disso? Ficou feio. Não é assim que se resolve. Reflitam: se a partir de hoje mandarmos todos tomarem no c*: seu filho tem o direito de mandar o professor tomar no c* caso discordem de alguma maneira, demos o aval de mandar mães, pais, avós, tios, tomarem no c*, mande seu patrão tomar no c*, seu marido tomar no c*, seu medico tomar no c*, o motorista, o policial, o jornalista, a atendente da padaria que lhe vendeu pão murcho, o bar que lhe serviu cerveja quente tomar no c*, dessa forma tenho algumas certezas: nada ira mudar, ou melhor, não demoraremos muito a utilizar tacapes gritando em coro: vai tomar no c*.

Quem discordar sabe bem o que fazer… Mande-me também tomar no c*.

D.S.L


Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s