O espetáculo vai começar

Que rufem os tambores, tamborins, pandeiros, bumbos e afins, mas não se enganem o carnaval chegou ao fim.

Preparem os céus que os fogos irão trovejar festejando sobre as nuvens, lançando pontos coloridos de luz a encantarem nossos olhos, mas não se esqueçam: já são passados dois meses do réveillon…

Agora sim!Comemorem: o tecido vermelho aveludado da cortina ira se abrir, o grande espetáculo terá inicio: enfim o ano vai começar.

Ainda é quarta feira de cinzas, o marasmo toma conta dos foliões, ninguém quer rasgar a fantasia, quem dera dizem alguns que essa folia não terminasse mais, porem é preciso reprimir a alegria, creio até que seja heresia, mas enfim, Deus já nós dizia que há tempo para tudo e o tempo da folia precisa chegar ao fim, afinal só assim para tudo começar. Quem esse ano não pronunciou: “vou resolver depois do carnaval” que atire a primeira pedra.

O espetáculo vai começar, e tenho ouvido falar que será um ano difícil.

Ao passo que tudo recomeça para novamente, afinal estamos a cem dias da copa do mundo e conforme o chamariz de um famoso comercial televisivo: o futebol esta voltando para casa e prometendo fazer muita bagunça, muito barulho, festa, insegurança, violência e é claro a boa e velha corrupção por parte dos nossos queridos governantes que já estão a postos superfaturando estádios, obras viárias etc.

O evento não é o que nos fará mal, mas sim essa vergonha enraizada de sermos governados por bandidos e gente desprovida de qualquer humanidade para com a nação. Mas aprendi senhores, ou melhor, a vida impôs essa condição para que não enlouquecesse de sempre enxergar o lado bom… É inegável a visibilidade que teremos diante do resto do mundo sobre o que temos em abundancia e motivo de orgulho: natureza, alegria, essa gente maravilhosa que faz festa creio eu como nenhum outro povo, a cordialidade e acolhimento que ainda serve de escudo para tantas coisas feias. Prefiro acreditar que temos mais a ganhar. Prefiro crer senhores que o Brasil será hexa, e que o coro de que brasileiro só quer saber de pão e circo, seja abafado pela maioria de milhões em festa e alegria, alegria, alegria… Deixem a minha gente humilde ter felicidade, e, por favor, senhores políticos sem discursos, nos poupem, afinal a festa é para aqueles que amam o Brasil.

Emendando na brasilidade que ira se instaurar por aqui, vamos eleger novos governantes, e muita gente acredita que não há solução, e tantos outros querem anular o voto, fazer campanha contraria a todos os candidatos, no caminho oposto eleger para sacanear de vez sub-celebridades, palhaços, figuras bizarras Brasil a fora que provavelmente farão o esperado: sacanearão ainda mais. Remando contra a maré novamente prefiro acreditar que dentre muitos frutos podres que estarão mascarados estampando rostinhos bondosos e sorridentes nos horários eleitorais e afins, teremos um que nos terá compaixão e que este seja o eleito, teremos aquele que provara que nem tudo esta perdido, e que o Brasil é um lugar que merece ser cuidado. Prefiro acreditar que ainda dá tempo de mudar, que tem jeito, que podemos salvar tudo de bom e verdadeiro que nossa gente protege longe de tanta sujeira, afinal ainda conseguimos dar certo quando temos tudo para dar errado.

O brasileiro muda sua condição quando ingressa na faculdade, descobre um novo medicamento, se afasta do crime optando pela honestidade, o Brasil muda quando nos temos esperança, e tudo isso não é mérito de nenhum partido político.

Prefiro acreditar senhores, pois é o que me resta, e se chegar o dia em que meu único caminho seja deixar de ter fé, não caminharei mais, paro onde estou e espero o fim de tudo com os olhos fechados. Creio senhores, pois sempre há algo divino, humano e maravilhoso que sobrevive a tantas tristezas, descasos e omissões.

Emendei o verbo crer no substantivo bem e o resultado dessa analise maluca que nada precisa concordar com a gramática é: crer no bem!

Estimado publico que rufem os tambores!E que ao final desse espetáculo estejamos todos emocionados e aplaudindo esse ano de pé com graça, alegria, fé e esperança.

D.S.L


Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s