Essa “coisa toda”

Noite passada adormeci chorando, sozinha, em silencio, permitindo que as lagrimas corressem pelo rosto, molhando o lençol por debaixo da nuca.

Chorei por uma porção tão grande de sentimentos: alegria, medo, saudade, lembranças.

Essa coisa toda de fim de ano aflora a sensibilidade de uma maneira gigantesca, se ontem me perguntassem quem sou, responderia: um coração.

Poucas pessoas sentem essa energia, é um misto de medo, esperança, alegria, saudade, saudade, saudade… De um Natal em família que não aconteceu, de um ano novo sem festa, nada brilhante, em casa sozinha e embriagada, daquela esperança de inicio de ano que perdeu o prazo para que coisas boas acontecessem se encerrou e nada mudou.

O fato é que são cada vez mais raras as pessoas que param para pensar ou retroceder a tudo que aconteceu.

Obviamente que nem tudo vale ser lembrado, mas é como faxinar um guarda roupas, muitas vezes esquecemos o que temos guardado, não é diferente na vida: esquecemos o melhor de nos para ser medíocre diante de um grupo hipócrita que não cheira nada bem: custe o que custar deixe-os; quantas fotografias deviam ter sido reveladas na memória em nome daquele momento que jamais ira voltar: reviva esse instante e não o perca nunca mais; musicas perdidas em fitas cassetes que deixaram de ser cantaroladas: dê um show ao vivo a você e cante-as em alto e bom som.

Parar para pensar ajuda a não esquecer o quanto somos agraciados, quão boa e bonita é a vida e ao faxina-lá às vezes podemos encontrar assim meio escondido no fundo do armário um sonho pendente, uma esperança que precisa ser vivida, um sentimento quase desfalecido que não pode morrer, e então a mágica acontece novamente e começamos novos dias com um novo olhar para justificar a vida.

Gosto de me perder no tempo, e esse espaço que crio no mundo as vezes por poucos instantes me diz: vai lá! Observa, imagina, brinca. Liberte-se! Esse é o seu momento, afinal ninguém mais saberá dessas coisas que tão nitidamente enxergas, dilacera a realidade com esse sonho, rasga tudo isso tão material e possível de toque, planta algodão no asfalto, coreografa todo mundo nesse ponto de ônibus dançando uma melodia do Elvis, abraça o sol, deixa esses raios avançarem por suas veias, ilumine-se, dê bom dia aos pássaros – ninguém mais vai escutar – peça ao universo silenciosamente cada vez que ouvir um mensageiro do vento que o dia seja fantástico e a vida cada vez mais maravilhosa, crie o homem perfeito, pessoas do bem, historias de amor, descreva a dor majestosa, a lagrima feito cicatriz, a virgula, mas jamais deixe que de crer e sentir essa felicidade imensa e exagerada que eternamente lhe fará ter esperanças.

D.S.L

Feliz Natal a todos, e uma imensidão de esperanças para um Feliz 2014!Que Deus os abençoe!

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s