Sim e não

Os relacionamentos, sejam eles de amizade ou amor, passam por duvidas, provas, mas em comum nos trazem o seguinte questionamento: Por que afinal estamos juntos?

No inicio qualquer um dos dois é motivado pela tão famigerada paixão, em um primeiro momento ela é o que nos move a querer estar perto, a desejar cada vez mais, abraçar, beijar, e compartilhando o sentimento de euforia que ela nos traz é quase uma maneira de desabafar, e de ter a certeza que o sentimento não é unilateral.

O coração bate forte e mais feliz quando ao lado daquele amigo, ou daquela pessoa que mal sabemos a que veio, mas, que por alguma razão desconhecida e até mesmo sem sentido passamos a querer a todo custo, e a todo momento, e de qualquer forma.

A paixão é uma loucura deliciosa e necessária, é um vicio que precisa ser tratado ao contrario para que nunca sofra de abstinência, afinal de contas precisamos estar apaixonados pela vida, pela luz, pela esperança, pois só assim o caminho de nossos passos ainda que meio utópico é vivido de forma mais bela, em paz e sempre repleto de novas esperanças.

E quando a paixão acaba? O sentimento se for convidado pelo coração a ficar transforma-se em amor. Então assim responde-se a pergunta do por que afinal estamos juntos?Sim e não.

Não por que o amor não caminha sozinho, se assim fosse o amor próprio que todos nos temos, alguns muito outros pouco, seria suficiente. O amor precisa de amor, outro dia mesmo estava me perguntando por que afinal estamos juntos? E então fui revivendo docemente cada momento de todo esse tempo onde inacreditavelmente sinto-me completamente enlouquecida por você, por esse teu laço.

Escolhi teu coração como a morada mais feliz e bonita que a vida me deu.

Estamos juntos porque o respeito sempre foi maior do que todas as nossas diferenças e divergências de opinião, vida e historia.

Permanecemos de mãos dadas, pois a vida ficou mais leve e mais fácil quando senti de ti a segurança de que estas ali para amparar-me, levantando-me quando necessário, ou tão somente permanecendo a meu lado para que o medo se afaste.

Não cessa o meu desejo de te ver, pois como mágica todas as vezes ainda a caminho do teu encontro, vou sorrindo feito criança quando vai ao parque. Ainda no que parece se repetir, tudo a teu lado é tão diferente e encantador. Tu me ensinas tanto, e de maneira imperceptível por ti permito que me invada com um olhar novo, uma nova visão de certas coisas que me doem tanto e que junto a teu abraço parecem desaparecer.

Você me salva, me cura, me faz crer ainda mais que tudo é possível, pois nós fomos possíveis, e tudo isso acontece enquanto me perco sem retorno nesse azul céu que colore o meu mundo de paz e alegria.

Perdi-me por ti sem medo, sem retorno, confesso-me entregue, sem juízo, sem medir conseqüências, pois tudo o que o me importa é o hoje á teu lado, nossos momentos, a vida sorri sem a profundidade dolorosa de se querer saber o que fazer com o amanha, afinal amanha ainda é muito longe e de tudo mais Deus provera, assim como proveu a ti no meu coração.

Estamos juntos porque aprendemos a sorrir de tudo, a não ter medo de sermos ridículos, bobos, chorosos e de coração vadio e amolecido, estamos juntos porque nus sabemos em um olhar, e tudo mais se torna secundário a essa alegria, amizade, companheirismo, parceria, cumplicidade, nosso amor é feliz, é por isso tudo que estamos juntos, afinal isso tudo é amor.

E isso responde por que afinal estamos juntos!

D.S.L


Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Uma consideração sobre “Sim e não”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s