Deixe o “cuidado” de lado e vá ser feliz!

Atravesse a rua, mas antes do primeiro passo olhe para os dois lados. Cuidado!

Não fume, não beba exageradamente, não coma gordura, não viva sob pressão, mantenha-se distante de fortes emoções: boas ou ruins elas podem lhe prejudicar. Cuidado!

Motos são perigosas, carros na mão de inconseqüentes podem ser considerados armas brancas, aviões caem a qualquer momento, um ônibus desgovernado pode atingir você na calçada. Cuidado!

Ao sair à noite nada de jóias, não ostente!Leve a quantia necessária, nada de cartões, deixe o carro em um estacionamento, atenção ao sair dele e retornar, um assaltante pode estar a sua espera, mantenha seu copo sempre ao alcance de seus olhos, alguém pode colocar alguma coisa em sua bebida. Cuidado!

Não tome chuva, não tome vento, não fique mais de três horas sem se alimentar, chicletes dão caries, computador de mais prejudica o cérebro, telefone celular aumenta o risco de infarto, câncer, etc. Cuidado!

Afaste-se do microondas quando ele estiver em uso, não tome banho em seguida as refeições, guarde espelhos, facas e demais objetos desse tipo sempre que estiver relampejando, guarde-se de tempestades, banhos de chuva nem pensar. Cuidado!

Não se entregue demais, você pode acabar sozinho ou pior ainda machucado, sempre alerta com as amizades, com as pessoas de um modo geral, tenha calma ao falar: alguém pode interpretar-te mal, cuidado ao pensar: pode ser pecado, pode ser imoral, pode ser ilegal, analise bem o que você senti pode parecer tolice.

Cuidado!Afinal de contas com o que?

Como se defender do imprevisível, como se prevenir do que não se sabe acontecer.

Cuidado, com o que?

Com a vida?

Essa caixinha de surpresas plena e complexa, sem roteiro, programação, tão distante de nossa razão saber ao certo com o que de fato devemos nos preocupar, o momento seguinte, é seguinte, apenas se sabe este milésimo de instante e nada mais, portanto a este devemos compreender e viver.

Cuidado!

Com amor? Pra que? se a qualquer momento seu coração pode parar de bater, deleite-se enquanto se é possível amar, ter amor, se eterno ou passageiro, que seja apenas verdadeiro este sentimento no momento do abraço, do beijo, do companheirismo, da cumplicidade, que seja amor, enquanto amor.

Cuidado!

Com as pessoas que podem lhe ser ingratas? Por que se não sabemos ao certo o tempo que as teremos ao nosso lado. Entregue-se: crie a deliciosa magia de fazer alguém sorrir, ajude, oriente, dê valor, dê tudo o que puder.

Cuidado!

Com dinheiro? Afinal de contas o que ele pode comprar alem de coisas e mais coisas, hoje em dia até pessoas, mas estas valem tão menos do que uma moeda de um valor tão miserável quanto seus corações.

É preciso ter cuidado pois sem ele pode-se perder coisas, pessoas, vidas que nos são caras, é necessário ter medo porque somente o medo nos faz adquirir a defesa frente um ataque inesperado, porem definitivamente é incontestável lançar-se nessa bela aventura chamada vida, arriscar-se, e procurar ser tão livre e simples como uma pipa de papel bailando pelo céu em uma tarde de primavera.

Sejam felizes, e para isso, para ser feliz, não é preciso cuidado!

D.S.L

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Uma consideração sobre “Deixe o “cuidado” de lado e vá ser feliz!”

  1. Olha, como sempre me identifico com suas palavras, e esse texto q vc escreveu nesse momento cabe bem a minha pessoa. Queria ser mais racional, e ter mais cuidados com as coisas, as atitudes, mas como vc mesma disse ñ tem como saber o q vai acontecer mais a frente. E tbém ñ sabemos o q vai acontecer se ñ deixar acontecer e se tiver de acontecer irá, até mesmo pq se é pra acontecer acontece e ñ adianta adiar. Mais uma vez obrigada por vc me mostrar q ñ sou só ao pensar assim muitas vezes, embora tente sempre fazer o contrário. parabéns valeu e um grande abraço

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s