A visão imaginaria

Estive em um festival de cultura sábado passado, e dentre atrações circenses, bandas de musica alternativa, jornalistas, fotógrafos, atores e gente ligada à cultura de um modo geral, a figura que mais me chamou atenção na noite foi uma senhora morena, com seus quase cinqüenta anos que catava latinhas entre as pernas dos que assistiam aos espetáculos na praça.
Ela era diferente em meio aquela gente que se acha tão interessante e sabida de tudo, catava latinhas sorrindo, dançando, fazendo graça com todo mundo, fiquei encantada com a forma que ela parecia assistir toda aquela festa, certa hora, a vi conversando com um fotografo, parecia pedir sua câmera emprestada, ele gentilmente a presenteou com uma lente, sem câmera mesmo que com toda certeza não lhe servia mais, porem a felicidade no rosto daquela mulher era de uma criança que acabara de ganhar um presente muito esperado.
Ela então saiu a tirar fotos imaginarias, e arrancar sorrisos, dando-nos a impressão de que com aquela lente na mão tudo lhe parecia mágico, não sendo diferente para aqueles que sorriam para sua câmera imaginaria.
Fiquei me perguntando a forma como ela estaria vendo a tudo através daquela lente, como se num passe de mágica seus olhos estivem vendo diferente, sendo o mundo e a vida, e o que ela pudesse então enxergar mais bonito do realmente é, ou quem sabe em sua imaginação a lente lhe dava o poder de ver alem das aparências, enxergando a alma de quem sorrisse para a luz de flashs que não existiam de verdade, pois na realidade o mundo daquela mulher a minha frente que sorria, dançava, e fazia graça não deveria ser tão belo quanto os meus olhos que se encheram de poesia a lhe observar, pelo contrario, seu mundo com toda certeza deve ser um dos mais difíceis, mas naquela noite deram-lhe a chance de enxerga-lo de um outro ângulo, e assim deveria ser a todos, pois o mundo anda cada dia mais louco, e a cada hora mais feio e delinqüente.
Ando horrorizada com os tele jornais, parecem trailers de filmes de terror, o humano não existe mais, abandonou sua civilidade, perdeu o respeito pela casa, família, pelo outro, por si mesmo, não existe mais lugar seguro para ninguém sobre a terra, a todo instante e em qualquer situação corremos o risco de ser bombardeados por essa fúria gratuita que cresce cada vez mais dentro de todos.
Talvez cenas simples como esta de uma catadora de latinhas e sua câmera imaginaria nos reportem a desejar ter algo para colocar sobre olhos e enxergar a tudo de um ângulo novo, menos desigual, e mais cheio do encanto existente em uma fotografia que eterniza um momento feliz.
Ter nos olhos algo que nos faça ser capaz de enxergar a alegria, o amor, a amizade, e a vida feliz como ela deveria ser para todos, livrando-nos destes tempos difíceis onde tudo parece tão triste, como se alguém tivesse quebrado nossa lente nos deixando cegos frente a beleza que a vida precisa transparecer pra ser vivida.
D.S.L

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Uma consideração sobre “A visão imaginaria”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s