O que você vai ser quando crescer?

Amadurecemos, e com isso há regras que criamos diante de algumas situações que a vida nos empoe.

Deixamos de nos permitir certas coisas antes comuns, talvez para nos sentirmos mais fortes, seguros de que com o passar dos anos a experiência à de contribuir para encararmos os problemas de forma mais calma e adulta.

Perdemos com isso, pois a sentimentos que precisam explodir.

A dor talvez seja o mais importante deles, mas então com o passar dos anos, adquirimos uma casca grossa que nos protege de crises, a dor jamais poderia ser guardada.

Quando criança tudo o que nos toca é automaticamente gritado, chorado, colocado pra fora. Se, com dor, simplesmente abrimos a boca a chorar e a gritar e a dizer a todos o quanto esta doendo. Se alegres cantamos, dançamos, rodopiamos em volta de nos mesmos. Quando amamos alguém não nos detemos em abraçar e beijar, e carinhar a face com uma mãozinha pequena e toques sutis, não temos medo do que possa acontecer ao abrir o coração.

Não há onde não se possa chegar, tudo nos é permitido mesmo que faça parte apenas de nossa imaginação, desconhecemos a realidade, não existe fronteiras para o pensamento. Se quisermos voar, basta fechar os olhos, abrir os braços, sentir o vento, deixando que o pensamento faça o resto, assim sentimos o corpo leve a flutuar, como se naquele instante imitássemos os pássaros. Para aniquilar a maldade do mundo, contamos com a existência de super-heróis, com super-poderes. Há também a magia proveniente das cartolas que a tudo pode transformar, há a vida com mais encanto e menos convenções.

Quando criança não temos medo de indagar a alguém o porque das coisas, não existe a separação entre o que pode parecer ridículo ou não, não importa o que vão dizer, o que vão pensar, somos assim donos de uma verdade pura e justa, pois não acumulamos perguntas, por não termos ainda a timidez misturada a arrogância de tudo saber do alto da ilusória experiência que os anos enganosamente nos parece trazer.

Amadurecemos e com isso eu me pergunto o que de bom aprendemos? O que nos passa valer a pena? A vida de muitos se resume a trabalhar, muitas vezes com aquilo que não nos edifica, trabalhamos para pagar contas, socializar, adquirir um monte de coisas, das quais não precisamos, pois não nos trás o valioso sentimento de paixão que precisamos ter pela vida.

Respondemos automaticamente respostas prontas e ditas certas. Não sabendo responder como podemos ser feliz de verdade dessa forma? Não sabemos responder onde esta o menino que queria ser astronauta para olhar de perto uma estrela e pisar na lua. Onde esta a menina que sonhava pintar as cores do mundo com seus traços mal arrumados e tortos, em quadros que hoje ela guarda apenas na memória? Onde esta criança que queria dançar, e bailar no palco assim como um beija- flor? O piloto de avião, a professora, o cantor, o ator, a mãe de meninas que na infância enfeitava bonecas com laçinhos, onde esta o soldado que lutava pelo bem e que protegia a todos se igualando a um super-herói.

Vejam o quanto é simples na infância saber o que nos faz feliz, o que queremos ser, os caminhos que sonhamos percorrer, vejam o quanto somos mais verdadeiros com nós mesmos, mais humanos, fieis a nossa essência. Tudo isso por falta de regras impostas ao coração, por saber chorar nas horas que se tem vontade, por gritar e fazer mal-criação a quem nos esta machucando mesmo quando estamos errados, por ter na imaginação a criação de uma realidade mais feliz, tudo isso por não desaprender a sonhar, guardando os sonhos a salvo das responsabilidades, das horas exaustivas da vida adulta, das convenções que precisamos servir, das atitudes que não podem ser ridicularizadas, das crises de consciência que vai nos escravizando pouco a pouco.

Amadurecer é bom, ter responsabilidades nos traz crescimento, os anos a quem se permite trás sabedoria, porem o que não pode acontecer é deixar morrer aquilo que nos torna feliz, mesmo que em uma porção menor, menos fantasiosa do que na infância, tente conservar dentro de você aquilo que um dia ao sonhar lhe fazia simplesmente sorrir.

Se não pode ser astronauta chegue mais perto do céu através de um telescópio, não pode ser dançarina continue dançado mesmo que na sua sala de estar, não descobriu a formula para ser um super-herói? Continue lutando pelo bem, não se tornou um famoso jogador de futebol, seja o melhor do time da pelada do bairro, seja de alguma forma aquilo que você sonhou.

Meu sonho quando criança era de contar historias com finais felizes, como se a vida fosse um eterno conto de fadas, de certa forma eu consegui, tente também!

D.S.L

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s