Somos todos iguais

Este é um caminho devastador e perigoso, foram estas as palavras! Para entende-las mais profundamente recorro ao dicionário, para ter real noção do quanto elas me assombraram, ou para traduzir o que elas dizem e assim verificar se é de fato verdade.
Não é um caminho fácil, disso não me defendo, muitas vezes solitário, noutras cercado de espinhos, incompreendido pela maioria, de difícil aceitação entre os queridos, e assustador a quem o destino lhe faz seguir. Porem é algo não escolhido, não optado, tão pouco sonhado por quem o vivi, é doloroso muitas vezes ver olhos tortos, envergonhados diante de uma condição imposta pela vida.
Com toda a verdade dentro de mim defendo-me dizendo que ninguém escolhe ser pobre, feio, burro, rejeitado, ninguém esta disposto a estar por “baixo” seja lá qual for a situação, difícil para qualquer ser humano ter que abaixar “a crista” diante de uma maioria gritando e te apontando como um erro. Por mais que nos outros caminhos você se posicione com dignidade, honestidade e compaixão, sempre terá alguém para apontar o que muitos chamam de “defeito”.
Este é um caminho devastador e perigoso, foram estas as palavras!
De fato não é o caminho mais belo, comparado à grinalda no altar.
Deus! Talvez seja por essa condição que lhe peço perdão há quase toda hora, muitas vezes me julgando indigna do teu amor, da tua misericórdia e dos teus olhos voltados a mim. Ninguém sabe quantas vezes já me perguntei: será que esse coração errante é devido a esta escolha da qual eu não tive chance de escolher? Será que este amor que procuro é mais um de meus sonhos, talvez a maior de todas as minhas utopias, pois por ser um amor entre iguais, talvez o maior dos pecados, como muitos julgam.
Jamais lutei contra minha essência, a não ser nas vezes que tentei ser diferente, nunca quis ser outro ser, mas que culpa tenho eu se meu desejo de amar se realiza entre iguais, entre formas equivalentes a minha.
Rodopio diante destes pensamentos, muitas vezes eles me acompanham nas madrugadas afora onde não festejo, mas na cama não consigo dormir.
Dura escolha não sendo minha. Duro caminho, mas sendo este o único pelo qual me imagino feliz, mesmo que para tantos outros, queridos, seja motivo de preocupação, vergonha e porque não dizer asco.
Perdi as contas de quantas pessoas já perdi por nua diante delas confessar essa minha condição, dói perder pessoas bem quistas por falta de tamanha incompreensão, dói ser rejeitado, dói não contar com uma conversa amiga ou com colo de mãe quando tudo acaba.
É um caminho devastador e perigoso! Foram estas as palavras!
Devastador é o mesmo que arruína! Então é mentira, pois o que mais penso é em construir, não prédios, grandes fortunas, ou um impérios, mas sim uma vida feliz, com tudo o que os ditos “normais”, ou até melhor que eles conseguem, pois quero ter como base não o poder ou o dinheiro, mas sim o respeito, a esperança e o amor acima de tudo.
Perigoso é o mesmo que prejudicial! Outra inverdade, pois se já fiz mal, foi com o coração destituído dessa intenção, afinal “quem nunca pecou que atire a primeira pedra”, prejudicial é este mundo doente, essas mentes doentes, que sem vida, só pensam em matar, roubar, destruir, enquanto eu penso em apenas viver, sorrir e ser feliz da forma que der, da forma que assim Deus quiser que aconteça.
É um caminho! Essas sim são as verdadeiras palavras, e como alguns dos caminhos da vida da gente, que tomam rumo sozinhos, como se preciso fosse acontecer, não digo ser um fado, mas sim um aprendizado, não só aqueles que os protagonizam, como também aos demais que se esquecem, que perante Deus, como Ele mesmo afirmou: “somos todos iguais!”
D.S.L

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s