Fantasmas

Queria ter assistido ao momento em que o senhor atual presidente desse nosso Brasil, se olhou no espelho, inflou o peito, encarou o espectro, e julgou-se capaz de governar.

Salvo os soberbos, qualquer um com o mínimo de bom senso, mínimo mesmo, quase nada antes de encarar uma empreitada se auto analisa: sou capaz? Irei conseguir? Alguns podem chamar essa ponderação de covardia, à atribuo a sabedoria, auto-conhecimento, amadurecimento, crescimento pessoal, com os anos em alguns casos a vaidade ocupa cada vez menos espaço, mas é evidente que esse senhor não é do tipo que pensa.

Expulso do exército, deputado inerte, parasita dos cofres públicos a anos; Há um fator histórico em sua desequilibrada ascensão: o grito, o clamor, que na maioria das vezes cavalga acompanhada da alienação, do sangue, do autoritarismo, e por favor não me venham com discursos: o outro governo, o outro, o outro, parafraseando Sartre até quando o inferno será o outro?; o momento de falarmos de outros governos passou, deu-se na campanha eleitoral, a qual defino com uma palavra utilizada outro dia por um ministro desse senhor ao se referir as universidades: balburdia! De kit gay a juiz parcial, de atentado duvidoso a falta de debate.

Recarreguem as canetas senhores historiadores, detalhem todas as verborragias do desgovernante, o qual desafia órgãos de estudos, especialistas, doutores, analistas, afinal não é toda hora que vemos algo tão hediondo e grandioso surgir sorrateiramente, senhoras e senhores, estamos diante de um ditador, de um senhor fantasmagórico, mentalmente limitado, humanamente mal, triste, bobo, sustentado por um rebanho alienado que acreditou nesse falso Messias. Acompanhem: primeiro eliminam quem se opor no alto escalão, depois, bem depois, qualquer massa de manobra contra o governo será aniquilada em porões, os quais o tal senhor vocifera conhecer bem, inclusive simpático a causa desde sempre.

Recarreguem as canetas senhores historiadores, relatem esse momento preocupante nos livros de maneira muito bem explicita para que não se repita nunca mais; estamos diante da consequência de uma maioria que votou de acordo com o ódio, a descrença, a mentira, a fé num salvador que prega o inverso ao discurso de Cristo. Estamos assombrados em muitos aspectos, agora o que nos resta é uma esperança cada vez mais golpeada torcendo para que sejam de fato apenas fantasmas.

D.S.L

 

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Uma consideração sobre “Fantasmas”

  1. E pensar que tem pessoas que pensam exatamente como ele (claro, ele tem suas pesquisas frente ao seus admiradores), daí por que, ao regurgitar seu lixo discursivo , se identificam e vem poluir as redes sociais com suas patologias ideológicas.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s