Experimente falar com Ele

“Se eu quiser falar com Deus, tenho que ficar a sós, tenho que apagar a luz, tenho que calar a voz, tenho que encontrar a paz, tenho que folgar os nós”*

O que de fato é preciso para falar com Deus? Concordo com os versos acima, e poderia acrescentar inúmeras outras coisas necessárias para falarmos com Deus. Creio na minha pecaminosa e talvez desorientada opinião, que é primordial ter humildade, acho que o primeiro passo é aceitar a hierarquia: “eu sou isso” e você é Deus.

Falar com Deus, ou sobre Ele, é um caso tão serio e cheio de mistérios que a humanidade por todos os seus longos anos persegue respostas em busca de saber esse Deus.

Cada um tem seu ponto de vista, para alguns tudo é bíblico, para outros nem tudo, para outros tantos é fantasia, Ele nem existiu, ou é parte ilustrada de uma verdade inventada pela própria humanidade para sentir-se menos humano talvez, alimentando o sonho de nossa imortalidade ao menos como espírito.

O resultado desses inúmeros pontos de vista sobre quem é Deus, é a multiplicação de ministérios, religiões, doutrinas, seitas, denominações, acredita-se que existam mais de dez mil religiões espalhadas mundo a fora, e se a maioria delas crê em Deus, porque não as unificar, porque não somar umas as outras, porque não transformar todas essas pessoas espalhadas por essas religiões em um grande exercito a favor do bem e do próximo?

Posso não saber responder muitas outras perguntas, mas essa tristemente conheço a resposta, nos não estamos preocupados com quem é Deus, ou com o que Ele quis dizer ou deixar para a humanidade, estamos com os olhos voltados para nos mesmos, para o Deus de cada um, é impossível formar esse exercito enquanto Deus não for sinônimo único e indissolúvel do bem, do amor, da esperança e do outro.

Não posso lhe dar a mão por que minha religião é intolerante a mulheres solteiras, você é negro não pode ser filho de Deus, você é judeu minha religião é contra, você é mulçumano não podemos caminhar juntos, Deus me livre você é gay, abominável, endemoniado, minha religião não acolhe pecadores.

Sua fé é do tamanho da sua religião? Onde esta o Deus que proclamava não fazer acepção de pessoas?

Quatro palavras difíceis de se unirem, tão difícil quanto unificar a fé acreditando que Deus é um só.

Prefiro enxergar Deus, vejo-O vivo no jovem que vence, no rico que não se mostra soberbo, no pobre que diz ter tudo e que leva a vida a sorrir, a cantar, e ainda a compartilhar o seu tudo. Gosto de pensá-Lo, de conversar com Ele, senti-Lo próximo como se estivesse envolta em seu abraço, entrego-lhe a permissão de cuidar da minha vida e isso é como dar-lhe autorização para varias surpresas, altos e baixos, silêncios desconcertantes idênticos ao de um deserto, tempestades, períodos de seca, de luta, de semeio e enfim de florescer. O tenho sempre perto, falar Dele deixa-me emocionada, pois reconheço todas as vezes em que fui salva mesmo sem merecer, reconheço seu perdão quando Lhe faço interrogatórios, e principalmente quando a Sua vontade não é a minha.

Falar de Deus ou sobre Ele é muito complicado, mas falar com Ele é uma experiência que ate os ateus deveriam tentar, é uma dádiva olhar o por do sol e se deixar envolver magicamente nessa manifestação gigante da natureza reconhecendo que uma força superior desenhou aquelas cores no céu, reclinar o corpo em sinal de humildade, dedicando-lhe alguns poucos instantes, sem palavras se lhe for mais confortável, acredite Ele lê pensamentos e ouve até sussurros, e mesmo aos que por qualquer motivo, político, individual, filosófico ou cientifico não acredite Nele, Ele jamais duvidaria de você.

Sei dizer que Deus é pra mim toda manifestação de amor que existe no mundo, e amor não se explica.

*trecho da musica de Gilberto Gil – Se eu quiser falar com Deus

D.S.L

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s