Infinitamente sagitariano

Nascera sobre o signo de sagitário, a astrologia diz que suas principais características são: o otimismo, a sinceridade e a simpatia, acho que isso lhe vem da mãe, espero que do Pai tenha como herança a força, a amizade e a sabedoria.

Datara do dia oito do ultimo mês deste ano tão enigmático, cheio de profecias e surpresas.

Lembro-me que até outro dia dormia comigo, dentro de mim, passeando por meus sonhos e amanhecendo em meus olhos todas as manhas, não houve um dia desde que o soube existir que meu pensamento não remetesse a sua vida.

Foram muitos os meses de espera, sinto-me mãe, grávida ainda, inchada, enjoada, mas completamente pronta para o ver nascer.

Mesmo conhecendo seu rosto, anseio pelo momento de tê-lo em meus braços, sentir seu cheiro, beija-lo, segura-lo nas mãos e dizer ainda que baixinho você existe, você venceu, você é verdadeiro.

Como uma mãe que não pode prever os passos de seu filho, rogo em fé ao teu e ao meu Pai, desejando que um bom caminho lhe aguarde nessas ruas da vida, ao passo que nada mais importa a não ser a sua existência, não me preocupa o que vão falar de ti, se gostarão de você, se o amarão e serão seu fã assim como eu sou, já não importa, pois és fruto do meu antigo, amado e tão almejado sonho, tantas vezes chorado, tantas outras vezes visto como impossível, por tantas pessoas nem ao menos pensado, e por outras desdenhado, tido como coisa adolescente, que de uma hora pra outra seria esquecido em um amontoado de papel de uma gaveta qualquer, mas não poderia te esquecer, fostes e acredito que sempre será meu companheiro.

Mesmo quando tudo parecia muito perdido, você estava lá, me ajudando a descobrir, a querer, a esperar, a falar o que sempre me soube em silencio, não poderia te esquecer porque te desejei por quase uma vida inteira, antes mesmo de saber qualquer coisa, quando também criança observava a tudo e sabia que uma folha em branco escondia mais segredos do que algo guardado a sete chaves.

Você é a minha nudez, a perda da minha virgindade, de minha vergonha, você é o traço definitivo que marcara meus olhos tímidos, serás imortal como a vontade de amar que mesmo em meio a guerras, proibições, impedimentos sempre esteve viva e existiu, você é a lagrima que despenca dos meus olhos quando recordo das horas, de todas elas onde também pensei em desistir, você é o engasgo na garganta que me remete ao dia em que me disseram que jamais iria conseguir, mas acima de qualquer coisa, independente de tudo você precisa ser o amor, mostra-lo, escancara-lo e rasga-lo dentro de corações que talvez não acreditem mais.

Que você seja a voz de outras gargantas que não sabem falar, que seja o sonho, a realidade, a proximidade, o motivo do encontro, a esperança que fica contida em cada despedida, que seja o carinho na pele que acolhe a lagrima, doce, real para que em vários outros jardins floresças eternamente sempre a espera da próxima primavera.

D.S.L

Convidando a todos do blog, leitores e amigos que estiverem em São Paulo para o lançamento do meu primeiro livro… Quando florescem as orquideas.

Mais informações no site http://www.editoramalagueta.com.br/editora2/

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s