Seja lá como for… Valeu à pena, e muito!

Respiro profundamente, cerro os olhos, e neste primeiro momento vejo fogos, no corpo um arrepio de emoção, zero hora, nos olhos a lagrima da magia, da esperança, do acreditar que tudo dará certo.

As cores no céu bailam feito fadas encantadas diante dos meus olhos, as cores da vida, revelando o quão brilhante poderia ser aquele ano.

As esperanças novas, o acreditar no fantasioso, nos sonhos mais possíveis que tomamos como impossíveis, enfim… A vida: este lugar onde acreditamos com força, fé e alegria que todas as coisas que nos chegam possam ser bem vindas.

Diante de tudo isso, lembrando-me daquela noite passada de um ano atrás, suporto com o coração livre de magoa o quão difícil foram todos esses trezentos e sessenta e cinco dias. Suporto com o coração sem dor todas as horas ausentes de mim mesmo, todos os dias de esperanças que terminaram sem a concretização do muito que se queria, tolero os tropeços, as horas malditas, todos os arrependimentos. Fui forte, quando frágil estava a vida, tão fraca nas manhas em que simplesmente desejei não acordar, e mesmo diante de tal desejo, foi a  força em tudo o que sempre acreditei que me fez mover.

Mas foi em uma iluminada manha, onde tudo o que me cercava voltou a ter vida e cores, o coração novamente através das mãos que tocaram as águas do rio de esperanças que corre em frente ao meu lar, trouxeram o ar que por tantas vezes me pareceu faltar.

Apesar de tudo isso, essa noite nada mais é do uma noite como todas as outras, mas esse pensamento é de quem não enxerga tudo o acontece ao redor desta passagem de tempo: as boas e fiéis energias de felicidade, todos os abraços, sorrisos, pessoas que se amam e que se juntam desejando celebrar cada vez mais a vida, juntas. Sonhos… Tantos, e de tantos tamanhos, soltos, envoltos pelo ar, libertos: uma melhora na vida financeira, a cura de algum mal do corpo, a libertação de um mal da alma, esquecer alguém, lembrar de pedir perdão, quitar-se com si mesmo frente a promessas passadas e não cumpridas, encher novamente o coração de verde, de vida, de esperança, conquistar um coração, encontrar o amor que se acredita existir…

Encontrar: esta é a palavra que junto a todas as outras eu mais deseje pronunciar nestes novos dias. Encontrar aquele antigo sonho realizado, a vista daquele lugar, a paz de espírito sem abandonar a inquietude da alegria, da paixão, da emoção diante de todos os encontros que espero presenciar, encontrar a todos os que amo sempre felizes repletos de boas novas.

Encontrar…

Você! Encontrar tuas mãos que jamais se farão ausentes das minhas, saber-te ali, sempre de mãos dadas comigo, mesmo quando temer, mesmo quando erguidas em oração, quando alegres, tristes, frágeis, fracas. Contigo hei de encontrar este espaço no mundo onde minha alma terá lugar, colo, descanso. Serás meu sossego, por ti terei sempre o olhar em festa, somaras comigo, através dos teus olhos hei de enxergar e enfim tão somente sentir o que em mim hoje são apenas palavras, palavras que tentam pintar para que eu possa ver esse sonho realizado que é viver “todo amor que houver nessa vida”.

D.S.L

Queridos, desejo que vocês também “encontrem” tudo e todos a quem esperam. Gostaria de conhecer o sonho de cada um, para ainda com mais fé pedi-los a Deus em minhas orações, para ainda com mais força chamá-los em minhas palavras. 2011 não foi fácil, mas o encerro sabendo que todo o sofrimento, aprendizado e os momentos raros e inesquecíveis de alegria e felicidade o fizeram valer a pena.

Para 2012 imensas esperanças, grandiosas realizações, maravilhosos encontros e principalmente a certeza de que seja lá como for, em qualquer situação, Deus estará com suas mãos estendidas a nos abençoar livrando-nos sempre de todo e qualquer mal.

Sejam todos muito felizes!Viva 2012!

2012 TE ESPERO COM MUITAS FLORES!VEM FELIZ!

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s