Devias vir!

Vendaria teus olhos…

Não perguntaria coisa alguma, não quereria mais conversas, frases, palavras.

Silencio!

Ias ser papel e lápis em minhas mãos tremulas, medrosas, apavoradas com a possibilidade clara de você.

Seria tu a sentir. Apenas; livre de pensamentos, amarras, gotas de qualquer sentimento que não viesse do coração, não serias razão, não criarias obstáculos, serias você. Somente.

Em silencio, para então ouvir teus lábios pronunciar meu nome, ou qualquer outro codinome, assim como tu quiseste, seria feita a tua vontade, pois a minha é apenas você.

Seria sigilo, um segredo, que quase ninguém saberia, a não ser nos, sem mais nós.

Sei que depois contarias, a alguém, pois poderia pra ti ser bom, ruim, para mim perfeito.

Desejo teu beijo, só um beijo.

Tua língua, tua saliva, teu gosto, minhas mãos em torno de ti, meu coração pulsando dentro de você, buscando, conhecendo, entendendo, sentindo.

Cegaria tua visão, para que tu fosses meu, para que tivesse enfim tudo o que quero de ti: teu coração!

Rei, dono de mim, eu tua, tu meu, e enfim nós, perdidos, ardentes, cedentes e cansados pela cede de amar, de paixão.

Sede vida, sede meu, sede nós.

Teu corpo em minhas mãos, teu coração tão seu, dado a mim em deleite, em festa, em gloria, Nos céus revoada de anjos, na terra festa entre tantos, em nós a certeza que a vida nos deu em forma deste encontro, de que ela vale a pena, quando se descobre que tudo existe em pessoa, não importa: és tu, não interessa: é você, e ninguém mais.

D.S.L

********

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=vA9pLgSSU2w

Outro lugar (Milton Nascimento)

Cê sabe que as canções são todas feitas pra você
E vivo porque acredito nesse nosso doido amor
Não vê que tá errado, tá errado me querer quando convém
E se eu não tô enganado acho que você me ama também

O dia amanheceu chovendo e a saudade me contém
O céu já tá estrelado e tá cansado de zelar pelo meu bem
Vem logo que esse trem já tá na hora, tá na hora de partir
E eu já tô molhado, tô molhado de esperar você aqui

Amor eu gosto tanto, eu amo, amo tanto o seu olhar
Andei por esse mundo louco, doido, solto com sede de amar
Igual a um beija-flor, que beija-flor,
De flor em flor eu quis beijar
Por isso não demora que a história passa e pode me levar

E eu não quero ir, não posso ir pra lado algum
Enquanto não voltar
Não quero que isso aqui dentro de mim
Vá embora e tome outro lugar
Talvez a vida mude e nossa estrada pode se cruzar
Amor, meu grande amor, estou sentindo
Que está chegando a hora de dormir.

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Uma consideração sobre “Devias vir!”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s