Noiva em fuga

Ela se olha no espelho uma ultima vez!

Sabe que quando terminar a maquiagem a menina da infância que brincava de roda existira apenas em sua lembrança. Sabe de tudo que deixara pra trás.

Pensa, reflete, borra os olhos com uma lagrima triste que precisa percorrer seu rosto!

Senti-se sozinha, tendo que a todos sorrir e fazer-se uma figura feliz.

Não tem certeza, mas algo dentro dela diz que não é a hora!

Não é por ele que ela esperava.

Algumas vezes sonhara em acordar a seu lado, mas este sonho foi levado pelo tempo. Porem o coro de conselhos de quem nada sabe sobre a verdadeira emoção do amor foi mais forte: “Tente! Quem sabe não poderá ser feliz a seu lado?”. “O amor vem o com o tempo”.

Mesmo não acreditando nisso, e achando que o tempo trará apenas comodismo e uma triste paz nos braços dele, ela continua a enfeitar-se, a pintar o rosto para disfarça a noite de choro, e amenizar a confusão em seu semblante. Mira os olhos no espelho mais uma vez e se pergunta se é mesmo apenas isso que o futuro lhe reserva.

Algo tão diferente dos sonhos de outrora, distante do encanto que esperara ver e sentir em seus olhos quando encontrasse o amor e realizasse seu maior sonho, o de vivê-lo.

Não é para ele que ela quer se arrumar, enfeitar-se; Não é em seus braços que ela deseja rodopiar, não será dele seu coração.

Em verdade ele também sabe disso, em seu intimo sabe que retornou tarde para lutar por ela, senti isso, mas continua a persistir nesse seu desejo, por vaidade talvez… Será bom pra ele ter alguém como ela a seu lado. Afinal, ela sorri divertidamente, encanta a todos, domina as palavras, o fará feliz, qualquer um gostaria de pertencê-la, mas sabe que no fundo a felicidade dela não se encontra em seus braços.

Ela esta pronta! Esta linda! Mas falta-lhe algo primordial: o brilho nos olhos. Sabe que o perdera enquanto com ele estiver, não sorrira abertamente, não terá nas mãos palavras para desenhar este sentimento que lhe falta, não cantara, dançara sem aquele arco-íris de luz e cores que a todos seduz e cega, tamanha a força da sua alegria.

Caminha em direção a porta, sabe que esta é a hora decisiva para o “Sim”: eu te aceito como a vida te trouxe para mim, ou para o “Não”: tristemente não é você que espero. 

Ela olha para a vida e procura encontrar-te! Talvez neste ultimo segundo você perceba o que poderá perder e a salve, corra até ela e lhe diga tudo o que antes por medo, não soube explicar, você também não entendia. Mas ela ainda te espera, espera ser salva pelo amor que viu em seus sonhos a seu lado.

Carrega no peito um descompasso de medo, caminha para ele.

Sorrindo a recebe, beija-lhe a face, toca suas mãos.

Profundamente olha os olhos dele, tem a clara evidencia de ama-lo de outra maneira.

Desfazendo-se das mãos que a tentaram segurar, da-lhe uma negativa com a cabeça e sem pronunciar uma única palavra, deixa-o ali com uma lagrima.

Decidiu por salvar-se, fugindo de uma vida morna, sem sonhos maiores, e dias aonde lhe faltariam algo vital: o amor verdadeiro.

É loucura, ela sabe bem, mas escolheu esperar vive-lo, ao invés de viver sem jamais o encontrar verdadeiramente.

D.S.L

 

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s