A procura da “noitada” perfeita!

Eu queria ter te levado à festa ontem, dançado com você, deixando a noite ao amanhecer, com os pássaros a cantar a nossa ultima musica, aquela melodia que anunciaria a chegada de mais um dia ao seu lado, daí então deitar você na minha cama de solteiro mesmo pra gente dormir mais que junto, mais que perto, se misturando, se invadindo… Adormeceria olhando pra você e pedindo a Deus que todas as manhas eu acordasse do mesmo modo: com você do meu lado.
Eu quero…
Mas você se quer me conhece, a vida ainda não deu jeito de nos apresentar! Mesmo eu saindo quase todas as noites, mesmo eu cantando, dançando e sorrindo, como se te buscasse com tudo isso, como se você estivesse por perto a todo o momento, talvez com medo de chegar até mim, ou então esperando assim como eu a hora certa.
Sentimentalmente falando eu já estou na terceira idade!(risos). Ainda não descobri como as pessoas se dão de corpo tão facilmente, fazendo fila na noitada pra distribuir nada! Beijos sem desejo, sem magia, nada! Mãos que tocam corpos sem a claridade de algum sentimento, olhos que mal se cruzam, e belezas tão frias, tão nulas, tão sem interesse, eu não entendo. Apenas pra fazer “numero”, estar na moda, entre os dez mais cotados da madrugada.
Todos os mais cotados certamente acordam como eu, ou pior, pois mais cruel do que acordar sonhando com alguém que não esta do seu lado, é acordar com um pesadelo e um enorme vazio que não cabe na alma, bem pior do que este vazio que eu tenho dentro de mim agora, pois um dia eu vou preenche-lo de você, e de todo amor que guardas para o momento do nosso encontro, vou entupir esse vazio com todos os seus sorrisos, e beijos, abraços, e palavras doces, os seus melhores olhares, todas as noites de amor que teremos e que certamente serão infinitas!Vou preencher esse vazio com todos os poemas bobos que vou te escrever, com os sorrisos amarelos que você terá toda vez que esse meu amor explodir em meio a quem quer que seja, vou cantar pra você, te olhar, e passar as mãos sobre o seu rosto todas as vezes que você me olhar daquele jeito como se dissesse: como eu posso te amar tanto?
Eu queria que você estivesse aqui agora, esta quase insuportável à falta que você tem feito em todos os meus dias.
Já não sei onde te encontrar, de que forma chamar sua atenção!Mas seja como for, pode até ser que eu te encontre numa dessas “noitadas” de gente vazia, com seus beijos sem luz, e seus abraços frios, eu sei, quando chegar o momento a gente vai se reconhecer!
Demora não!
D.S.L

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s