Hoje eu quero ser minha!

Hoje eu estou irritada! Coisa raríssima isso acontecer, mas hoje estou dando vazão a todo esse meu momento de irritação, e resolvi ficar irritadíssima mesmo, até quando eu me sentir assim, coisa que talvez acabe quando eu digitar o ponto final deste texto.
Tem horas que não dá! E hoje é um daqueles dias em que todo mundo quer sua atenção e te critica por você não poder dar um pouquinho de você. Tenho minha parcela de culpa nisso, afinal eu vivo dando muito de mim pra todos, sejam amigos, família, um ex precisando de ajuda, alguém chorando no meio da rua, algum solitário no ônibus puxando assunto, enfim, mas hoje, só por hoje, eu quero ser toda minha, então dei a todos um pedido de atestado, tipo aqueles atestados médicos pra poder faltar no emprego, hoje eu quero descanso de quem precisa de mim, seja da minha atenção, do meu olhar, do meu abraço, hoje eu nego tudo a todos, porque hoje eu quero ser só minha!
Sinceramente eu não consigo entender essa facilidade que as pessoas têm de cobrar os outros, eu fico impressionada, porque pra mim é algo lógico, se a pessoa não cumpriu o prometido, ou em algum outro sentido falhou com você, só pode haver dois motivos: 1º porque simplesmente ela não estava afim de faze-lo, ou, 2º não pode realizar o prometido; Daí, vem aquele pedido de desculpas(na maioria das vezes pouco sinceras), e tem “nego” que continua a te cobrar, mesmo você encerrando o assunto, mesmo você explicando duzentas e uma vezes, mesmo você rasgando a roupa e pedindo pra ficar em paz com aquilo. Ah! Faça-me o favor chatice tem limite, é chato!
É claro que em algumas situações é necessário cobrar algo, mas ficar batendo na mesma tecla, é chatice sim. Algumas pessoas não entendem se você simplesmente não as chama on line nesses sites de bate – papo, poxa, muitas vezes você pode estar com pressa, ou não ter visto a figura ali, ou ocupada, ou irritada, assim como estou hoje.
Nesses dias eu tenho vontade de pagar com a mesma moeda, e começar a cobrar a essas pessoas coisas de há séculos, tipo: porque você me deu um pé na bunda? Porque você se atrasou aquele dia? Porque você não quis ficar comigo pra sempre? Porque não me ligou? Porque quando você me encontra você não diz logo que me quer, e para de fazer doce? Por quê? Por quê? Por quê? Pior do que enfrentar cobranças nesses meus dias, são aquelas pessoas que acham que você é tipo um "oráculo", com todas as respostas pra vida delas, pros erros que elas cometeram, e pra falta de arrependimento e reconhecimento desses erros, baby, se você acha que esta certo porque então precisa da minha aprovação, é evidente que é pelo fato de até pra você intimamente falando toda essa historia parecer absurda!
Misericórdia!
Eu sou um bicho paciente e tranqüilo, mas hoje eu já gritei com meio mundo, já rasguei o ver com meio mundo, quase não sorri, nem celular hoje eu quis atender, hoje eu quero ser minha, porque muitas dessas pessoas, jamais pensam em você como alguém que sofre, que pode estar num dia ruim pra ter um monte de problemas alheios despejados bem no meio da sua própria confusão, são raras as vezes que alguém me oferece colo, raras as vezes que alguém se lembra de perguntar como estou, ou como o mundo anda girando pra mim, por isso, hoje eu quero ser minha, pra poder dar pra mim tudo o que eu sempre ofereço a todos.
Só por hoje, porque em essência eu nasci pra me doar!
D.S.L

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s