Te procuro entre as folhas de alface!

   Você esta atrasado!E eu pronta, unhas, cabelos, depilação, perfume novo, roupa nova, idade nova.
   Mudei de cidade pra te encontrar, de emprego; Até atitude eu coloquei no olhar pra você me reconhecer.
   Danço, canto, enlouqueço, esqueço do tempo pra te esperar.
   Você continua atrasado, parecendo não querer chegar;
  Tento te enganar para que assim talvez você corra para não demorar; finjo fechar a porta, mas fico na janela a te esperar pela fresta aberta.
   Você continua atrasado. Ligo a teve, o radio, o DVD, tudo ao mesmo tempo; olho o relógio; Dê assalto à geladeira te procuro entre as folhas de alface, as latas de cerveja, a gaveta de legumes; entre a champanhe que botei gelar pra te festejar.
   Abro as portas, me falta ar, ansiosa continuo a te esperar.
   O frio me manda entrar para casa novamente
   Dispo-me de minha roupa nova, vestindo-me do pijama velho que comprei há anos e apelidei de solidão, você não veio, mais uma noite em vão.
   Adormeço sem conhecer tua face, teu cheiro, teu gosto, sem teu abraço, apenas o cobertor a me aquecer, me faltam teus braços envoltos a meu corpo nu a espera do teu amor, quem sabe no meio da noite.
   Você não veio!
   Adormeço para novamente na manhã seguinte, na tarde de repente, na noite, quem sabe amor? Pronta como estou festejar a tua chegada.
D.S.L

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

2 comentários em “Te procuro entre as folhas de alface!”

  1. Ela esquenta não, quando vc vetir a solidão saiba que ela não é eterna, nesse momento, nesta hora poderás estar só, mais saiba que em um lugarzinho…quem sabe na teraa do nunca existe quem vc possa chamar de minha família!!!
    Alguém que não pode te acompanhar sempre mais que aonde que que vá leva vc no olhar!!!Bjão, continua blogando que eu já virei leitora!
    “Princesa da estranhesa exata”!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s