A culpa é sua?

Três convites para festas, um churrasco, teatro talvez, três filmes em cartaz que gostaria de assistir, um passeio de bicicleta, uma visita ao museu, um bate papo com cerveja e amigos, e eu não querendo nada disso.

Hoje o programa mais simples do mundo seria um acontecimento glorioso: ficar em casa, deitada em um abraço que conseguisse suprir essa falta de aconchego, essa ausência de lugar no mundo, um abraço que colocasse a alma no lugar.

Queria estar tomada por essa força que une duas pessoas em meio ao nada que parece ser tudo, encontrar-me fortalecida para a vida depois de ter sido pacificada pelo amor.

Não vou colocar a culpa na chuva, no frio, na TPM, na vida e nas pessoas que passaram por ela e não conseguiram ficar. Não vou relembrar meus erros,nem sentir saudades forçadas só porque estou com saudades de ter alguém, não vou colocar a culpa em minhas apostas perdidas, ilusões, timidez, minha doença em esperar, minha covardia em não partir pra luta.

Hoje eu vou colocar a culpa em você.

Devo ter te visto algumas vezes, quem sabe trocamos um olhar ou ate mesmo palavras, na fila do supermercado, naquela tarde em que eu passeava de carro com um amigo e você parou no sinal para atravessar a rua, quem sabe você passe por mim todos os dias no caminho do trabalho, ou pegue o mesmo ônibus de volta pra casa. Talvez já nos tocamos: aquele esbarrão dentro da boate, aquele show em que todo mundo quase não tinha chance de respirar de tão cheio e você pisou no meu pé, e então ate mesmo a sua voz eu já tenha ouvido, quando me pediu desculpa.

Sim, iria colocar a culpa em você, mas a culpa também não é sua. Se você for tudo o que eu espero que seja, deve estar se fazendo às mesmas perguntas, e deve estar com uma tremenda vontade de chorar para o mundo o dia inteiro, só porque esta sentindo a minha falta.

Preciso colocar a culpa em alguém, pois alguém ou alguma coisa tem culpa, afinal todos os dias da minha vida quando saio de casa ou ate mesmo quando não saio, fico esperando pelo nosso encontro. Sei lá, que você veja meu perfil em alguma rede social e então me adicione, e assim a gente converse e marque de tomar um café pra continuar conversando e então tudo aconteça.

É assim que acontece, não é? É assim que as historias começam? Ou não?

Tudo bem, eu sei: ninguém sai de casa procurando ou esperando encontrar o amor de sua vida, ninguém não, eu saio, e saio muito, e assim à culpa volta a ser sua, porque ou você não esta saindo de casa, ou então não tem ido aos mesmos lugares que eu.

De todo mundo que já ocupou seu lugar por algum tempo, sempre quando foram embora, me deixaram à sensação de que nem de longe era você, e isso é tão bom, mas também é tão estranho, por que fico me perguntando se você existe, ou se é cria da minha imaginação, como um personagem de uma historia que não posso escrever, pois na verdade sua autoria depende exclusivamente da vida, do destino, do tempo.

Portanto como nem eu, nem você podemos carregar essa culpa achei três culpados pela sua demora: a vida, o destino, e o tempo (risos).

D.S.L

Anúncios

Autor: ela...

Elaine. Ela. Helena. 17. Setembro. Há alguns anos atrás. Ascendente em peixes. Brasil. Santista de nascimento. Baiana de descendência. Mineira de coração e endereço. Muitas e de muitos tamanhos. Letras, palavras, frases. Nossa Senhora Aparecida. Família. Música. Sol. Brisa. Luar. Prefiro mar. Branco. Tenho uma irmã mais nova. Minha maior paixão tem mais de 100 anos. Abraço. Meu pensamento é hiperativo. Tenho os melhores amigos. Cometo ao menos um erro todos os dias. Converso com Deus. Já mudei de emprego três vezes, já mudei de vida outras varias. Por do sol. Não faço nada sem dois ingredientes: paixão e entusiasmo. Primavera. Beijo. Horizonte. Esperança. Cinema, quadros, composições. Já machuquei quem não merecia. Olhar. Exagerada e sensível. Carente. Bagunceira. Transparente. Meu primeiro livro publicado e grande orgulho: Quando Florescem as Orquídeas. Tenho um blog e uma coluna semanal em um jornal do interior. No mais sou abençoada. Sei dizer apenas que tudo passa!E que eu sou bem feliz! D.S.L

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s